in ,

Comerciantes prejudicados com obras e preocupados com atrasos

bty

Iniciadas pouco depois da festa dos Tabuleiros (julho 2019), as obras de requalificação da av. D. Nuno Álvares Pereira, em Tomar, têm de estar concluídas no prazo de 9 meses, ou seja, até março, isto apesar de o contrato já estar assinado desde 31 de dezembro de 2018.

Mas basta passar pela avenida para perceber que as obras estão muito atrasadas, com todos os prejuízos que isso acarreta para os comerciantes e para a fluidez de trânsito na cidade.

Conforme denunciou o vereador Luís Ramos (PSD) na última reunião de câmara, os comerciantes registam elevados prejuízos devido à falta de clientes que não se deslocam àquela zona devido aos condicionamentos de trânsito provocados pelas obras.

Oficinas, posto de combustíveis, stands automóveis, consultórios e outros serviços estão a ser gravemente afetados pelas obras e os comerciantes temem pela derrapagem dos prazos.

O eleito do PSD manifestou a sua solidariedade com os comerciantes e apelou ao cumprimento dos prazos da obra.

A presidente da câmara desvalorizou o problema e garantiu o cumprimento dos prazos.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Com estes que pagam impostos não se preocupa a câmara. Com os que não contribuem nem nunca contribuíram com nada, que não pagam IMI nem IRS, com estes sim, a câmara tem uma preocupação e uma atenção muito especiais. Até lhes facilita casinhas e estacionamento para os popós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Farmacêuticos de Tomar reúnem para definir nova escala de serviço

Violência na família em debate