in ,

Sinais dos tempos

A imagem é elucidativa do estado a que chegamos. Com o número de crianças a atingir mínimos históricos e tendo em conta o crescente envelhecimento da população, o comércio tem de se adaptar a esta nova realidade social com reflexos na economia: menos crianças, mais idosos.

E assim, na Alameda Um de Março em Tomar, uma loja de roupa para criança dá lugar a uma loja de aparelhos para os ouvidos. Significativo!

JG

Escrita por José Gaio

Comentários

Responder
  1. O que nos preocupa é os responsaveis pela administração do Concelho não encontrarem respostas publicas, nem terapias efetivas, para tratar e resolver essa questão decisiva:
    ” Com o número de crianças a atingir mínimos históricos e tendo em conta o crescente envelhecimento da população,…”

    O Futuro não interessa, o que interessa é, apenas, ganhar as eleições, hoje.
    O Futuro não vota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Perigo

Parabéns!