DestaqueSociedade

Paraquedista que morreu em Beja morava no Entroncamento

O 1º sargento paraquedista Manuel António Teixeira Gonçalves, que morreu nesta sexta feira, pelas 9.40 horas, na sequência de um salto de paraquedas na Base Aérea Nº 11, em Beja, residia no Entroncamento e era casado com uma cidadã espanhola.

Natural de Lordelo (Paredes/Porto), o militar SOGA (Saltadores Operacionais de Grande Altitude) do Regimento de Paraquedistas, de Tancos, tinha 34 anos e, na altura do acidente, participava no exercício multinacional Real Thaw 2019.

O velório começou neste sábado ao final da tarde na capela do Regimento de Paraquedistas, celebrando-se amanhã (domingo) uma Missa às 12 horas. Depois o corpo sai para o Porto, onde fica em câmara-ardente na igreja do Foco, na Boavista. Na segunda feira, às 13h45, é celebrada missa, após o que o corpo segue para o crematório de Paranhos.

 

Paraquedas não abriu e militar morreu durante exercício em Beja

 

Beja: Segundo paraquedas do Sargento Gonçalves que morreu na BA11 não abriu

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.