DestaqueNecrologia

Morreu Manuel Melro, ex-PJ e dirigente do Calma

Manuel Neto Melro, ex-especialista adjunto da Polícia Judiciária e dirigente do Calma – Clube de Atividades de Lazer e Manutenção, morreu hoje com 65 anos, vítima de doença. Estava internado desde 19 de agosto no hospital da Universidade de Coimbra.

Foi presidente do Calma entre 2010 e 2013 e era o atual tesoureiro, cargo que ocupava desde 2015.

No período conturbado pós-25 de abril, Manuel Melro foi baleado no pé, junto ao pavilhão municipal de Tomar, enquanto decorria um comício do PSD no interior do pavilhão. Estava aposentado da PJ desde 2011.

Segundo a nota necrológica que o Calma publicou, Manuel Melro foi um “grande impulsionador e estudioso de Jogos, nomeadamente Jogos de Tabuleiro, desenvolveu e implementou esta última vertente, com a usa aplicação mais notória, nas Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), que o Clube dinamiza nas Escolas do 1º Ciclo”.

“Sempre solidário, exigente e de personalidade bem vincada, deixa uma obra no CALMA, que será nossa responsabilidade continuar”, sublinha o clube, que expressou à família e amigos, as condolências, “com a certeza que continuaremos a jogar, tal como nos ensinou e sobre a sua constante supervisão”.

Também a Casa do Benfica em Tomar já manifestou o seu “profundo pesar” pelo falecimento do seu sócio nº 48.

Ainda não há informação quanto às cerimónias fúnebres.

À família apresentamos sentidas condolências.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo
Fechar

Adblock Detectado

Por favor, considere apoiar o nosso site desligando o seu ad blocker.