DestaquePolítica

Luísa Oliveira nomeada adjunta do ministro da educação

- Publicidade -

A antiga professora da escola Gualdim Pais e ex-vereadora na câmara de Tomar, Maria Luísa Oliveira, foi nomeada como adjunta do Gabinete do Ministro da Educação, Ciência e Inovação, segundo o despacho publicado nesta quarta feira, dia 5, no Diário da República.

Iniciou funções a 20 de maio, data a partir da qual o despacho produz efeitos.

Maria Luísa Gaspar do Pranto Lopes de Oliveira tem 61 anos, foi diretora do extinto agrupamento Gualdim Pais, é mestre em Ciências da Educação — Investigação e Intervenção Educativa. pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. O tema da sua tese de mestrado é a “Carta Educativa e Agrupamentos de Escola — O Caso do concelho de Tomar”. Licenciou-se em Geografia e Planeamento Regional na mesma faculdade e tem ainda uma pós-graduação em Administração Escolar.

Luísa Oliveira vai trabalhar diretamente com o Ministro da Educação, Ciência e Inovação, Fernando Alexandre

 

- Publicidade -

Nota curricular publicada no Diário da República

Nome: Maria Luísa Gaspar do Pranto Lopes de Oliveira.

Habilitações académicas:

Mestre em Ciências da Educação – Investigação e Intervenção Educativa, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa;

Pós-graduação em Administração Escolar e em Liderança Inovadora, pelo Instituto Superior de Educação e do Trabalho;

Licenciatura em Geografia e Planeamento Regional pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa;

Curso Avançado em Gestão Pública (CAGEP), pelo Instituto Nacional de Administração.

Experiência profissional:

Investigadora colaboradora no Centro de Tecnologia, Restauro e Valorização das Artes (Techn&Art) do Instituto Politécnico de Tomar;

Desde fevereiro de 2020 – gestora da Academia do Plano Nacional das Artes (PNA), representando o PNA junto das entidades formadoras e dos CFAE, tal como junto de municípios, comunidades intermunicipais e outros parceiros externos;

Entre 2018 e 2019 – coordenadora do Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo na CIMT (PEDIME);

Entre 2014 e 2018 – funções como diretora-geral da Administração Escolar;

Entre 2013 e 2014 – vereadora na Câmara Municipal de Tomar;

De 2009 a 2013 – Membro do projeto “Escolas de futuro – Boas práticas de Gestão” – Associação EPIS, como diretora convidada;

De 2008 a 2013 – diretora do Centro Novas Oportunidades – CNO, do Agrupamento de Escolas Gualdim Pais, Tomar;

De 2008 a 2012 – membro do conselho científico de Avaliação de Professores;

Entre 2004 e 2012 – diretora do Agrupamento de Escolas Gualdim Pais, em Tomar;

Entre 2002 e 2003 – consultora, na área do planeamento educativo, na Câmara Municipal de Tomar;

De 1999 a 2002 – vice-presidente do conselho executivo na Escola Secundária D. Nuno Álvares Pereira, Tomar;

De 1997 a 2012 – coordenadora do Núcleo de Educação para o Desenvolvimento da OIKOS NEDOIKOS de Tomar;

De 1996/1997 a 1998/1999 – orientadora pedagógica de Estágio de Professores em Formação Inicial na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa;

Entre 1993 e 1995 – vice-presidente do conselho diretivo e Presidente do Conselho Administrativo na Escola C+S Gualdim Pais-Tomar;

De 2001 a 2012 – secretária da Associação de Professores de Geografia (APG);

Desde 2001 – formadora acreditada, ao abrigo do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores pelo Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua;

Desde 1986 – docente do quadro de nomeação definitiva de Geografia.

 

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo