in ,

Centro de Assistência Social com 340 mil euros de prejuízo

cast lar s. josé idosos

O relatório e contas de gerência do Centro de Assistência Social de Tomar dá conta de que a instituição registou em 2020 um resultado líquido negativo de 339.620,91 euros.

“O ano de 2020 foi um ano de grande instabilidade económico-financeira devido à pandemia COVID-19, que motivou um aumento de gastos não previstos e de constrangimentos inesperados que tivemos de superar a fim de conseguir manter um padrão de qualidade elevado nos serviços prestados aos nossos utentes/clientes, pese embora a situação que vivemos ter contribuído para os resultados negativos das nossas contas”, lê-se no documento que vai ser votado pelos sócios no dia 17.

A direção presidida por Pedro Marques justifica que “os gastos em produtos de higienização e desinfeção aumentaram significativamente em relação a 2019 e apareceram novas despesas (máscaras, EPI’S, etc.) com alguns apoios excecionais e sem relevância face volume de gastos”.

No seu parecer, o conselho fiscal reconhece que “os resultados negativos obtidos neste exercício e em exercícios anteriores são prejudiciais ao equilíbrio financeiro que se pretendente manter para os próximos períodos”.

Este órgão sugere “que se efetue uma análise e uma reformulação estratégica, de forma a ver refletidas essas alterações em termos de gastos, resultados e consequente desempenho operacional da entidade. Recomenda-se ainda um acompanhamento constante da evolução dos gastos”.

Pelo sétimo ano consecutivo, a gestão do CAST regista prejuízos.

Na assembleia geral do dia 17 de junho, os sócios, além das contas, vão votar também a venda de um prédio urbano situado na localidade de Portela, na freguesia de S. Pedro. Além disso, da ordem de trabalhos consta uma alteração aos estatutos, segundo a qual só podem ser eleitos e votar quem for sócio há mais de um ano, quando até agora o prazo era de seis meses.

 

Os documentos referidos na notícia podem ser consultados aqui

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. 7 anos de prejuízos seguidos não devem ser sustentáveis e pelos vistos só 10% do prejuízo de 2020 foram relativos a despesas diretas de Covid…
    Quando acabarem os bens , prédios para vender o que vai acontecer??

  2. O CAST está arrumado desde o primeiro dia em que o Marquês foi para lá. Tem sido assim por todo o lado onde passa, tem os bolsos rotos.

    Depois da mais recente aquisição imobiliária pelo Clã, posto que em breve haverá mais projectos “em nome do CAST” para a empresa com nome de papel dobrado.

    O mais triste é que os sócios nada fazem! Uma coisa é certa, quem tem alguma responsabilidade e não faz nada para para inverter isto, é porque tem o rabo entalado ou é conivente com tudo isto o que se passa no CAST.

    Está na hora de a sociedade tomarense em geral e os sócios em particular correrem com o Marquês antes que ele acabe de vez com essa Instituição.

  3. Fica um forte apelo aos sócios do lar de São José para que participem na assembleia e que não deixem esta direção destruir o que falta.
    Uma direção que tem um desvio no orçamento como este não merece continuar.

  4. Tambem acho que os socios deviam ir a assembleia. ouvir o presidente a mentir descaradamente, e a falar de tudo menos da derrocada que a sua gestão representa é um espetaculo digno de se ver.

  5. Grave, muito grave o que está acontecer no CAST. Esta nova gestão presidida pelo Sr. Marques e pelo antigo tesoureiro Sr. Carlos Cabral, estão arruinar o pouco que resta. Os trabalhadores que tenham voz activa, denunciem o que sabem e que vêem diariamente, e os socios que tenham um a posição activa e peçam uma auditoria ao CAST e uma investigação ao Sr. Marques e a esse Sr. Carlos Cabral……………………é urgente……………branqueamento e corrupção…………………..e mais outros e outras………………..

  6. Senhora Dona Maria Emilia desafio-a a mostrar a cara e a provar o branqueamento e a corrupção para que eu depois possa agir em conformidade.
    É uma pena que falem a coberto do anonimato (que é uma espécie de cobardia) do que não têm o minimo conhecimento dos factos.
    Alguns do elementos destes Corpos Sociais do CAST já fazem parte dos mesmos há alguns anos porque não tem havido coragem por parte dos associados da Instituição de apresentarem outra lista pois sabem que o que se lhes oferece é trabalho, uma vez que todos são voluntários, ao contrário do que muita gente pensa…que é uma mina.!.
    Posto isto desafio todos os que tiveram coragem para se mostrar a que, em vez de andarem a falar mal, apresentem soluções para resolver o problema ou mesmo que os tenham para destituir a atual Direção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
casamento

Casamento em Tomar transmitido em direto no Facebook (c/ vídeo)

piscina IMG 20190816 174732

Piscina reabre hoje com restrições