in ,

Atletas tomarenses terminam ultramaratona de 281 km bem classificados

luiz mota 39 5329471428497080189 o
Luiz Mota. Foto de Agnelo Quelhas

Correr 281 kms em dois dias não é para todos os atletas. Luiz Mota, atleta tomarense que representa a Casa de Benfica de Abrantes/La Sportiva e André Pereira, da ACR de Santa Cita, conseguiram essa façanha na prova PT281+ Ultramarathon disputada no fim de semana na Beira Baixa.

Luiz Mota terminou a prova em 8º lugar com o tempo de 48 horas e 28 minutos, apesar de ter corrido mais 10 quilómetros do que os outros atletas porque se perdeu no caminho.

André Pereira terminou em 17º com 56 horas e 24 minutos.

O percurso foi feito de forma contínua, com partida de Belmonte e passagens por Penamacor, pela Serra de Malcata, Monsanto e Penha Garcia, Idanha-a-Nova, Castelo Branco, Tejo Internacional, Vila Velha de Ródão, Portas de Ródão, Oleiros pelos Trilhos dos Apalaches e finalizou na praia fluvial da Aldeia Ruiva em Proença-a-Nova. Passou por veredas, trilhos florestais, caminhos rurais, carreiros, trilhos pedestres e estradas de asfalto.

A prova desenvolveu-se em regime de semi autossuficiência, ou seja, apesar de ser um percurso contínuo, com um tempo limite de conclusão, os participantes encontraram ao longo do percurso vários postos de controlo, onde puderam descansar e reabastecer as suas forças.

andré pereira 28 5377032345841309797 o
André Pereira, da ACR Santa Cita

luiz mota

})(jQuery);