DesportoDestaque

Eleições no União de Tomar tardam a ser marcadas

- Publicidade -

De acordo com os estatutos do União de Tomar o mandato dos órgãos sociais tem a duração de dois anos e as eleições devem realizar-se entre 15 de fevereiro e 31 de março.

Os atuais dirigentes, encabeçados por Abel Bento, foram eleitos a 11 de fevereiro de 2022 e, portanto, o mandato de dois anos já deveria ter terminado com a marcação das eleições.

Sabemos que o presidente da assembleia geral, Leonel Vicente, já solicitou ao presidente da direção o agendamento da Assembleia Geral, “para que se possa oportunamente proceder à formalização da sua convocatória”.

No entanto, pelo que lhe foi transmitido, aguardava-se pela disponibilidade das contas do ano de 2023.

O atual presidente da direção, Abel Bento, tem manifestado a indisponibilidade para se recandidatar tendo em conta que já vai no seu quinto mandato.

- Publicidade -

Manuel Graça e Lino Freitas são dois nomes de que se fala para eventualmente apresentarem listas às eleições.

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo