CulturaDestaque

Crise financeira na Canto Firme. Colaboradores mobilizam-se

- Publicidade -

Os colaboradores da associação Canto Firme, de Tomar, estão preocupados com os sucessivos atrasos de ordenados.

Em junho, o presidente da direção, Artur Silva, garantia ao “Tomar na Rede” que havia um único mês de vencimentos em atraso. No entanto, o problema arrasta-se sem que a situação remuneratória seja regularizada.

Para analisar a atual situação financeira da Canto Firme, a Direção Pedagógica, composta por Inês Saraiva, Fábio Monteiro e Sofia Brito, convocou uma reunião de todos os colaboradores com a Direção Administrativa para quarta feira, dia 19 de julho, pelas 14 horas (ver convocatória em baixo).

A Canto Firme de Tomar – Associação de Cultura foi fundada a 19 de fevereiro de 1982 após a criação do coro, dois anos antes, na Nabantina. Tem sede própria na rua Lopo Dias de Sousa, ao lado da esquadra da PSP.

A Canto Firme, para além do Coro Misto, mantém uma Escola de Música da Rede Pública do Ensino Vocacional Artístico e Cursos Profissionais de Música no Agrupamento de Escolas Templários, entre outras atividades.

- Publicidade -

canto firme6 103392159496463 8904647628287958182 n

 

 

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo