in , ,

Animação de verão custa mais de 150 mil euros

“Tomar na Rede” fez as contas e revela os números do programa de animação de verão promovido pela câmara de Tomar.

O programa denominado “Tomar ComVida 2020”, que consta de concertos e performances no Mouchão e nas ruas do centro histórico entre 26 de junho e 26 de setembro, custa aos cofres do município mais de 150 mil euros.

A cada empresa que opera na área da cultura ou entretenimento, a câmara pagou 19.990 euros + IVA, tanto como para uma empresa de comunicação e outro tanto para os serviços de iluminação. Mais barato saíram os serviços de vigilância nos espetáculos que custaram 5.678 euros + IVA.

Os músicos e artistas que atuam neste programa são pagos por aqueles agentes.

Este programa foi apresentado com o objetivo de “retomar a prática cultural e de entretenimento da cidade, e de apoiar não só o setor da cultura e entretenimento local, mas também o da economia local, nomeadamente o comércio e a restauração”.

 

Despesas com o programa de animação “Tomar ComVida 2020”:

Aquisição de serviços de agenciamento de artistas, aluguer e operacionalização de sistemas de som e luz:

– Triestúdio (José Luís Bernardo) – 19.990 euros + IVA.

– António Manuel da Silva Bernardo – 19.990 euros + IVA.

– Luís Honório – Eventos Artísticos, Lda (FH5) – 19.990 euros + IVA.

– Frentmaster – Audiovisuais, Lda – 19.990 euros + IVA.

Aquisição de serviços de comunicação e definição de identidade gráfica

– Andamento Vivo Produções, Unipessoal, Lda – 19.990 euros + IVA.

Serviços de eletrificação e iluminação cénica

– José Manuel Campos Lopes Noivo – 19.990 euros + IVA.

Serviços de segurança

– P5 – PROFIVE – Serviços de Segurança, Lda – 5.678 euros + IVA.

 

Total: 154.576 euros (c/ IVA incluído)

 

Fonte: Portal Base

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Loading…

    0

    Árvores plantadas na Várzea Grande secaram

    População de Alcanena faz apelo desesperado