in

Pedeira? Arascada?

Quando se pensava que não era possível acontecer mais nada de pior na obra da ecovia Prado – Arrascada, eis que aparece mais uma nódoa nesta obra que parece embruxada desde 2014 e que tarda em ser concluída e inaugurada.

Nas placas identificadoras da ecovia de 4 quilómetros ao longo da estrada do Prado surge a identificação das localidades, mas… onde devia ler-se Pedreira está escrito “Pedeira” e em vez de Arrascada escreveram “Arascada”.

Uma “obra de Santa Engrácia” que tinha tudo para correr bem, só que não!

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Não me surpreende. Numa terra de analfabetos funcionais, (que oficialmente sabem ler e escrever, mas na prática não sabem nem uma coisa nem outra), estavam à espera de quê?
    Ainda não repararam que os pobres projetos das obras da Nun’Álvares e da Várzea são exemplos indesmentíveis de analfabetismo urbanístico?
    Qualquer arquitecto ou outro técnico competente de fora de Tomar confirmará isso mesmo, sem sequer hesitar.

    • Na qualidade de Arquitecto e Urbanista, não residente (mas também o sou) em Tomar, confirmo sem qualquer hesitação que todos os projectos urbanísticos que este executivo tem vindo a apresentar e, infelizmente, executar nos últimos anos são claros e graves exemplos de analfabetismo urbanístico, e excelentes exemplos de compadrio urbanístico.

      E mais não me alongo.

    • Ó dona Carolina! Pra que lhe havia de dar agora!
      Serviçal, sopeira do reles poder municipal que temos.

      Vá continuando a comer na gamela municipal, mas fique-se pelas missas em S. João ou Santa Maria, e tenha a decência de se calar. Não escreva asneiras. A srª sabe lá o que é jornalismo!

  2. Realmente é inacreditável está situação, mas isto é notícia porquê? Não têm nada mais importante para informar os leitores? Nem neste momento difícil que todos vivemos? Jornalismo autodidata…mau…muito mau…é que já não se usa este tipo de jornalismo…a não ser…claro…no Tomarnarede…

    • Tenha dó da gente sô Armando! Quer intrujar quem? A si mesmo?
      Vá lá comendo da gamela municipal e deixe-se de tretas. Pode ser? OU é pedir demasiado para a sua cabecita?

Responder a Tiago Nunes, Arquitecto Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

A tentação do poder

Câmara reúne esta segunda feira