SociedadeDestaque

Vários casos de Covid no politécnico mas aulas presenciais continuam

O Instituto Politécnico de Tomar emitiu um comunicado sobre a situação da pandemia no campus do IPT, confirmando a existência de dois casos positivos de docentes e dois colaboradores do snack-bar do IPT, e de três casos positivos de estudantes do IPT. Acrescenta que há cinco casos de isolamento preventivo por contactos de risco com pessoas infetadas, também estudantes do IPT.

No entanto, entre os estudantes comenta-se que são muitos mais os casos positivos. Chegou-nos o relato da existência de cinco alunos do 2º ano da licenciatura em gestão de empresas que estão infetados.

E neste caso as aulas continuam a decorrer em regime presencial, havendo notícia de alguns alunos que se recusam a assistir às aulas com receio de contágio.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

O IPT refere que todas as situações que têm sido reportadas “estão a ser acompanhadas diretamente pela autoridade de saúde de Tomar, no sentido de proceder às testagens entre a população académica do IPT e às determinações de isolamento que na sequência das mesmas se justifiquem”.

Quanto à manutenção das aulas presenciais, o presidente do IPT, João Coroado, defende que “não existe qualquer motivo para as suspender, pois é nosso compromisso o cumprimento das regras de proteção pelo que não se justifica mais que a manutenção das medidas de proteção desde sempre recomendadas nos termos do despacho de contingência em vigor no IPT (uso de máscara, distanciamento físico adequado e desinfeção regular das mãos), e se mantenha autovigilância em relação a sintomas típicos de infeção com COVID-19 (febre, tosse ou dificuldade de respiração) e que caso surja alguns desses sintomas contactem de imediato a linha da Saúde 24”.

No comunicado, o IPT explica que chegou ao conhecimento da Presidência “a ocorrência de comportamentos de risco, fora do Campus do IPT, nos dias 7 e 8 de dezembro, por um número significativo de estudantes de vários cursos do IPT de Tomar, na sequência dos quais terão sido detetados 3 casos positivos de infeção com o vírus da doença da COVID-19, um dos quais um aluno alojado na residência de estudantes do Campus do IPT e tendo por finalidade evitar a disseminação do vírus entre a comunidade académica dentro do Campus foi determinado que todos os estudantes que no dia 10 de dezembro, se encontrassem nas residências (porque é onde existem os contactos de permanência e proximidade de maior risco entre estudantes e onde também é mais fácil acontecerem situações de contactos desprotegidos, sem máscara), realizassem testes antigénio para a COVID-19”.

Na sequência desta determinação foram realizados testes a cerca de 120 estudantes, tendo todos apresentado resultado negativo, garante o IPT.

1 comentário

  1. Faltou referir que o aluno testado positivo na residencia, tambem testou negativo nos testes administrados pelo IPT, só que decidiu por precaução voltar a testar-se, ou seja os 120 testes podem ter falsos negativos entre eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo