in ,

Vandalismo no centro histórico de Tomar (c/ fotos)

Algumas paredes da rua Infantaria 15, no centro histórico de Tomar, foram alvo de pichagens na noite de sexta para sábado.

Além de gatafunhos sem nexo, aparece várias vezes a palavra “crack”, uma droga sintética.

O principal alvo das pinturas foi o edifício da antiga Gráfica (que serve também de urinol público), mas nem as instalações municipais, ao lado, escaparam.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Trata-se, quase de certeza, de obra de um ou vários descompensados psicológicos. Muito provavelmente excitados por aquelas “obras de arte” pintadas nalgumas empenas urbanas e pagas pela autarquia, com dinheiro de todos nós. Para dar um ar de modernidade. Mais uma asneira para o já longo rol.
    Isto porque, se as mini-saias, as calças justas, os videos pornográficos e assim, excitam os potenciais violadores, servindo-lhes de motor de arranque, as ditas pinturas ditas de street art, algumas de gosto duvidoso e nada adequadas aos locais…
    É bem sabido que: Quem semeia ventos colhe tempestades.

  2. É chato! Aproveitando o entretenimento com os abates de árvores moribundas gera-se uma distração tal, que ninguem consegue detectar estes meliantes na execução dessas pinturas de extremo mau gosto e altamente prejudiciais para a imagem da nossa Cidade.
    Fico à espera de relatos e imagens dessas acções por parte das pessoas tão interessadas que existem em tomar.
    Cumprimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Dois grandes eventos de registos diferentes

Um mercado como era há 100 anos