in ,

Três autarcas e dirigentes do PS formam associação

Chama-se Grémio Templário – Associação Cultural e Recreativa e foi fundado a 12 de dezembro no escritório notarial de Cristina Viegas, em Tomar.

Os sócios fundadores são Hugo Cristóvão, vice-presidente da câmara, o advogado Vasco Marques, deputado municipal do PS, e António Graça, presidente da junta de freguesia da Sabacheira e secretário do gabinete da presidência da câmara. Todos eles, além de autarcas, são dirigentes do PS Tomar.

A nova associação tem sede na travessa João Freire, escritório do advogado Vasco Marques, e segundo os estatutos, tem como fim “desenvolver respostas de carácter social, cultural e recreativo” e “fomentar o convívio entre os associados”.

Uma associação que surge poucos dias depois de extinta a Associação Cultural e Educativa de Solidariedade Social Templários de Tomar, da qual Vasco Marques era presidente, e de ser criada em Tomar uma loja do Grande Oriente Lusitano (GOL), a obediência maçónica com mais membros em Portugal e da qual fazem parte alguns dirigentes socialistas locais.

A escritura e estatutos da nova associação podem ser consultados aqui

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Estas “notícias” metem nojo e enjoam.
    Vai de fazer mais uma associação. Com notário e tudo.
    Já estão no tal partido que se diz socialista – Whatever that means. Também já pontuam na tal maçonaria, que, disse a mulher de um deles, quer fazer bem à humanidade. Agora acabam de fazer uma associação (porquê grémio?) onde vão “desenvolver respostas” e “fomentar o convívio” entre eles mesmos.
    “Estórdinário”!
    Cai uma calma serena sobre a cidade e arredores.
    Estes indivíduos, que se têm como uma elite vanguardista e iluminada que há-de levar esta terrinha na senda do glorioso progresso, não conseguem enxergar-se. Parecem mesmo convencidos daquilo. Falta lá o deputado da alheira. E se aquela coisa das cotas for para cumprir, metam também a presidenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Passar o ano a ver teatro é uma alternativa

Força, campeão!