in ,

Tomar tem TAC mas doente é encaminhado para Abrantes

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O hospital de Tomar dispõe, desde o ano passado, de um equipamento de Tomografia Axial Computorizada (TAC), enquanto o TAC instalado no hospital de Abrantes é privado.

Há cerca de duas semanas, um cidadão tomarense sofreu um AVC, foi transportado para o hospital de Tomar mas, para fazer uma TAC foi encaminhado para o hospital de Abrantes. Isto durante cerca de oito horas para um doente que deveria ser considerado urgente.

O relato foi publicado no facebook pela mulher da vítima:

“Relato de “evidências”. O meu marido (…) sofreu um AVC há 8 dias atrás. Queixando-se de tonturas, dirigimo-nos, pelo seu próprio pé, ao Hospital de Tomar. Visto pela médica de serviço, e porque Os sintomas se foram agravando as evidências de AVC foram correctamente diagnosticadas. A necessidade de efectuar TAC impunha-se.

Mas o equipamento de TAC em Tomar, não pode ser utilizado para os doentes que passam na urgência. (foi o que nos foi dito). Com um equipamento instalado no piso superior, (será que funciona?) foi pedido um transporte para Abrantes que demorou 5 horas a chegar. Depois desta espera, o meu marido já saiu dali de cadeira de rodas, e em Abrantes esperou mais 3 horas para fazer a TAC. O resultado foi a incapacidade com paralisia do lado esquerdo do corpo, que o hospital agora endossa para a Fisioterapia reverter. O que, claro, só acontecerá numa pequena parte. Fica a evidência de que o CHMT tem uma via VERMELHA para AVC em vez da verde, e que não cumpre protocolos de resposta nestes casos, por incompetências várias (não médicas) e protege claros interesses (na área de equipamentos, transportes e outros) instalados no CHMT, com prejuízo dos doentes.

Concluo, subscrevendo, o que disse o Dr. Alexandre Correia Leal, que sabe muito disto tudo, e eu só seio que a experiência me ditou, que as evidências ali são outras, que nem TACs nem Ressonâncias, nem quaisquer equipamentos, por mais modernos que sejam, servem para limpar as incompetências de uma gestão hospitalar que não privilegie o interesse dos doentes”.

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. É uma vergonha.
    Tomarenses não acordem não.
    O que terá a ministra vindo inaugurar a Tomar … Claro foi mesmo só o mural dos 40 anos do serviço nacional de saúde!!! Qual serviço que não serve os doentes????
    Abençoado enfermeiro que lhe ofereceu um molho de cravos brancos para a ministra se demitir… Já agora até o governo se devia demitir por tratar assim os doentes…

  2. A ignorância no seu expoente máximo, tanto deste jornal como das entrelinhas. O comum cidadão que se acha superior ao sistema que desconhece e culpa a ciência pelo culminar de anos de maus hábitos. Muito poderia ser dito sobre deslocar-se no seu próprio transporte numa situação dessas, sobre os tais exames complementares de diagnóstico que não mudam prognóstico e sobre o que é o “tratamento” dessa doença que agora está endossada à fisioterapia. Muito poderia ser dito sobre o enxovalhar gratuito e público que tem vindo a ser perpetrado tanto pela população como pelo jornal. Enquanto cidadão e utilizador sinto-me envergonhado por parelhar com uma corja tão ignorante e despresivel como vocês, não só pela falta de respeito que têm por todo o corpo clínico, desde administrativos a médicos, como o que tem por vós próprios. Pude assistir à mesma enquanto esperava e devo dizer que tem um serviço que não merecem. Tem profissionais que não merecem. Se acreditam vivamente no que dizem, não vincando a condição política, elucidem-se sobre o que escrevem e reclamem, mas não apenas em voz alta ou para meios de comunicação inúteis como este, mas sim para as administrações e câmaras. Afinal, tomar não presta, abrantes também não, Leiria é longe e também não presta: o que quer a população? Consultas por e-mail?

  3. Clarividência, pimenta no cu dos outros é refresco para si. Já o ditado diz, o peixe morre pela boca, tenha juízo e vergonha tenho eu de pessoas como voce.

    • Sr. Encarregado de redação ganhe juízo que isso fica-lhe mal. Ocupe o seu tempo a pesquisar ou relatar factos com conteúdo e deixe-se de maluquices, ou então fundamente os que apresenta. Mas olhe que a pimenta faz mal e ainda pode precisar de ir ao hospital, o melhor é agendar já o transporte..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Lanternas Flutuantes iluminam rio Nabão

Coroas e pendões saem à rua pela última vez antes da festa