in ,

Tejo Ambiente em Tomar: clientes obrigados a esperar à torreira do sol

Instalações da Tejo Ambiente em Tomar

Sem qualquer sombra onde se possam abrigar, os clientes da Tejo Ambiente em Tomar são obrigados a esperar à torreira do sol até que sejam atendidos.

Quando estes serviços abriram, a 1 de junho, ainda havia dois chapéus de sol em frente às instalações, mas atualmente não há qualquer resguardo.

Na manhã desta segunda feira, dia 3, estavam mais de 10 pessoas, incluindo idosos, à espera para serem atendidos, sem o mínimo de condições.

A Tejo Ambiente, empresa que engloba os Municípios de Ourém, Ferreira do Zêzere, Mação, Sardoal, Tomar e Vila Nova da Barquinha, é presidida por Anabela Freitas, presidente da câmara de Tomar.

Nesta cidade, o serviço funciona no piso superior do parque de estacionamento atrás da câmara.

Tejo Ambiente abre em Tomar com obras e filas à porta

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. E a maior vergonha , é que uma senhora toda emproada por eu estar a protestar ainda veio tirar satisfações e dizer para reclamar com a câmara!?
    Afinal se quem e o serviço ?
    O que é mais triste é que quando cheguei já lá estavam aí umas 6 pessoas , com perto de 40 graus e tudo caladinho…..
    Onde andam os portugueses para acabar com esta gentalha e pó pós na linha !!!!

  2. Pois não Barquinha é igual não há qualquer tipo de sombras, já para não falar que estamos sempre sem água. Uma vergonha

Responder a Catarina Mendes Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Saiba onde vão estar os radares em agosto

Centro de dia da Venda Nova faz peditório porta a porta (c/ vídeo)