in ,

Sócios da empresa de padel negam envolvimento em processo crime investigado pela PJ

padel 276958 5211879279749823902 n

Dois sócios da empresa Binary Legacy – Atividades Desportivas Lda. detentora da exploração do espaço “Tomar Padel”, que funciona nos pavilhões de Vale Cabrito, emitiram um comunicado no qual negam qualquer envolvimento no processo crime investigado pela PJ, em que estão em causa crimes como homicídio, roubo, sequestro agravado, furto e branqueamento de capitais.

Os irmãos Filipe de Brito e José Brito esclarecem que as instalações foram alvo de “operações de busca por parte da Polícia Judiciária uma vez que o alegado processo decorre contra um dos seus ex-sócios e gerente”, mas garantem que a empresa “não se encontra diretamente relacionada com qualquer atividade ilícita”.

Em comunicado, a empresa demarca-se “de qualquer atividade ilícita alegadamente associada a algum dos seus corpos gerentes, assegurando a todos que são falsos os rumores e notícias que circulam tanto na comunicação social como na zona de Tomar acerca do seu alegado envolvimento em qualquer atividade ilícita”.

Os dois irmãos garantem que nada têm a ver com este assunto e repudiam qualquer ato mencionado nas notícias, ao mesmo tempo que anunciam que não vão desistir do projeto de padel.

A empresa Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda. tem como sócios Luís Filipe Brito, José Carlos Brito e Rosária Marques. Como gerentes estão José Carlos Brito e Pedro Miguel da Silva, sendo que Luís Filipe Brito renunciou à gerência em setembro.

 

Publicamos a seguir na íntegra o comunicado da empresa Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda.

COMUNICADO

12 de novembro de 2021

A Sociedade Comercial Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda. detentora da exploração do estabelecimento comercial denominado “Tomar Padel” – único estabelecimento de Padel a operar na zona de Tomar – tendo tomado conhecimento das notícias veiculadas no dia de hoje na comunicação social relativamente ao alegado envolvimento de um estabelecimento de Padel e barcos num processo crime em que se encontram em causa crimes como homicídio, roubo, sequestro agravado, furto e branqueamento de capitais vem tornar público de que a mesma não foi, até ao momento constituída Arguida em qualquer processo crime.

A Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda. foi alvo de operações de busca por parte da Polícia Judiciária uma vez que o alegado processo decorre contra um dos seus ex-sócios e gerente tendo-lhe sido solicitado que mantivesse a máxima discrição uma vez que o processo se encontra em segredo de justiça. Malogradamente trata-se do segredo mais mal guardado alguma vez visto com consequências nefastas, para o bom nome e reputação de uma empresa que não se encontra diretamente relacionada com qualquer atividade ilícita. É, deste modo, com enorme perplexidade que a Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda. constata que, no mesmo dia que é anunciado no sítio da internet da Polícia Judiciária, a pendência do referido processo vê o seu bom nome arrastado para a praça pública simplesmente porque a investigação não respeitou o segredo de justiça a que estava vinculada, o que lhe custou desde logo a retirada de patrocínios. Na verdade, são muitos os rumores que já decorrem na cidade de Tomar acerca da pendência do presente processo, todos estes provenientes da própria entidade encarregue da investigação aquando das diligências que efetuou na zona de Tomar. Cumpre, assim, à Binary Legacy – Actividades Desportivas Lda. ao abrigo do direito de resposta demarcar-se de qualquer atividade ilícita alegadamente associada a algum dos seus corpos gerentes, assegurando a todos que são falsos os rumores e notícias que circulam tanto na comunicação social como na zona de Tomar acerca do seu alegado envolvimento em qualquer atividade ilícita.

 

“MENSAGEM DO ATUAL PROPRIETÁRIO DO TOMAR PADEL”

 

Todos os que me conhecem a mim (José Brito) e ao irmão (Filipe Brito] sabem que nada temos a ver com este assunto e repudiamos qualquer ato mencionado nas notícias.

Quando tudo isto aconteceu foi me apreendida uma conta bancaria com dinheiro legitimo do clube e reconhecido pelas autoridades.

Para não fechar o clube usei todo o dinheiro que tinha, cartões de crédito, poupanças e bancos para salvar o clube, que com muito esforço nos custou a fazer. Trabalhamos os dois muito para concretizar os nossos sonhos e projetos, por vezes nem sabendo o que são dias de folga, ferias ou feriados e tudo o que temos e conseguimos é tudo devido a esse esforço! Obrigado a todos os que vão ao clube, esta mensagem é porque acho que todos os clientes e amigos merecem saber a verdade porque não vamos desistir do nosso projeto.

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
obras Tomar av. Nuno alvares pereira IMG 20210108 132031

Empresários de Tomar detidos por suspeitas de homicídio, sequestro e roubos

musica festa 8ca9e218c 754x394 1

Agenda para o fim de semana