in ,

Sem abrigo passa as noites junto à biblioteca

Um homem sem abrigo tem passado as últimas noites num recanto exterior da biblioteca municipal de Tomar.

Pelo que apurámos trata-se do mesmo homem que em 2017 pernoitou no mesmo local várias semanas.

Hoje, enquanto no auditório da biblioteca decorre um encontro sobre o tema “Descentralização e Ordenamento do Território”, o saco-cama e algumas peças de roupa do sem-abrigo estão amontoadas num canto a poucos metros da entrada.

 

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Será talvez um sem-abrigo com tendência para as letras.
    Mas, obviamente que se trata de uma notícia falsa. Toda a gente sabe que não há pobreza em Tomar. (Não sei se escreva THOMAR, com AGÁ mesmo).
    Duvidam?
    Então pensem nisto.
    Lá dentro, no auditório, estão uma pessoas cultas e inteligentes, preocupadíssimas com a nação e a Pátria.
    Sabem de que estão a tratar? Qual o sério a grave problema que as preocupa?
    Não sabem? Então eu digo.
    Não estão a tratar de problema nenhum que possa interessar ao comum do cidadão. Refiro-me ao que trabalha e paga impostos.
    Eles, os tais inteligentes letrados e preocupados estão a fazer campanha por uma coisa que, dizem, vai ser mesmo maravilhosa para o país: a regionalização.
    Quando ela estiver implantada, assim mais ou menos à sucapa, (porque, se estão lembrados, já uma vez foi chumbada em referendo pelo tal povo que não percebe nada), então sim, o sol, resplandecerá. Não necessariamente para todos – muito menos para os que, em vez de viverem de impostos, pagam impostos – mas principalmente para a classe parasita que pretende assim criar mais uns governos regionais, e mais umas assembleias regionais e mais sei lá o quê.
    O problema da criatura que pernoita por ali é bem representativo.
    A regionalização e o bando de parasitas que se estão a aconchegar à sombra dela é bem representativa.
    Respondam a isto. Concretamente! Qual é ou são os problemas que vossas excelências não conseguem agora resolver sem a regionalização?
    É óbvio que é o do vosso tachito ou o dos vossos afilhados.
    Não confundam é o nosso desprezo com adesão ou concordância.
    Depois o André Ventura é que é fascista, o malandro. Desbocado que tem de se mandar calar por dizer que isto é uma vergonha.

  2. Esta presidente, nunca devia ter chegado ao poder, só faz cagada e usa o dinheiro dos contribuintes, ou mal gasto ou para uso próprio.
    Nunca contou, com o meu voto, nem nunca vai contar.
    Deveria ser feita uma petição, para saltar fora do “poleiro”. Contamos com todos para que seja corrida da câmara.

  3. O sem abrigo é o culpado!
    O sem abrigo não devia ser sem abrigo!
    As Senhoras da Caridade não têm conhecimento!
    Os pobrezinhos é que têm a culpa!
    As Senhoras da Caridade andam MUUUUITO cansadas!
    Os sem abrigo gostam de ser sem abrigo que ter um sitio para dormir é privilégio das senhoras da caridade!
    Arranja-se um sitio para a criatura dormir… talvez com o cão…
    Os sem abrigo não são filhos de Deus…
    Se o sem abrigo for à missa, talvez se arranje uma sopinha…
    Se não fossem os pobres o que seria de nós, as caridosas criaturas que ajudam os pobrezinhos…????
    As Senhoras que ajudam os pobrezinhos têm acesso directo ao céu…dos RICOS!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Centro de Emprego de Tomar inaugurou novas instalações há 15 anos

PCP comemora 89 anos do jornal Avante em Tomar