in

Rui Serrano em lugar de destaque na Ordem dos Arquitetos

Com a maior participação de sempre na história da ordem dos arquitetos, as eleições para os órgãos nacionais e regionais da Ordem terminaram com a vitória da lista de Gonçalo Byrne.

Nessa lista, o 3º lugar (não foi 2º devido à lei da paridade) é ocupado por Rui Serrano, ex-vice-presidente da câmara de Abrantes, ex-vice-presidente e ex-vereador da câmara de Tomar e atual sócio do atelier de arquitetura MODO.

Rui Serrano foi assim eleito para a direção da Ordem dos Arquitetos nacional, sendo a primeira vez que alguém do Médio Tejo ocupa um lugar executivo de uma Ordem nacional.

Da mesma lista, faziam parte outros arquitetos da região: Elsa Pimenta, da câmara de Tomar, está na lista como vogal do Conselho de Disciplina Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Ricardo Cabrita, da câmara de Mação, integra o Conselho Fiscal Nacional, e Pedro Costa, sócio do atelier MODO, do Conselho de Delegados de Lisboa e Vale do Tejo.

No sufrágio participaram 6.952 arquitetos, ou seja, 27,31% dos eleitores que estão registados no caderno eleitoral, que elegeram os órgãos sociais da Ordem, nacionais e regionais, para o triénio 2020-2022.

De um total de 21 elementos que integram a assembleia de delegados, o órgão deliberativo da Ordem dos Arquitetos, a lista C, com o lema “Isto só lá vai com todos”, de Gonçalo Byrne, elegeu nove delegados, seguida pela lista B, “A Ordem és tu”, que elegeu seis delegados.

Gonçalo Byrne nasceu em 1941, em Alcobaça, distrito de Leiria, concluiu a formação na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e é Doutor Honoris Causa pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e pela Universidade de Alghero, em Itália, segundo a informação disponível na página Gonçalo Byrne Arquitetos na internet.

Foi diretor do Jornal Arquitetos entre 1985 e 1987 e fundou em 1991 o estúdio Gonçalo Byrne Arquitetos.

O arquiteto também lecionou em várias universidades internacionais, como por exemplo Harvard (Estados Unidos), Milão e Veneza, ambas em Itália, e Pamplona (Espanha).

Gonçalo Byrne vai suceder ao arquiteto José Manuel Pedreirinho.

Por causa da pandemia, a Ordem dos Arquitetos tinha recomendado o voto eletrónico para os associados, ato eleitoral que começou às 12:00 de 17 de junho e acabou às 20:00 de sexta feira.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Professora de Tomar participa no projeto “Telescola”

Necrologia