SociedadeDestaque

Rio Tejo transformado num regato (c/ vídeos)

- Publicidade -

Continua a merecer destaque na comunicação social nacional o baixo nível das águas do rio Tejo devido à seca.

Segundo a reportagem da RTP, “em Santarém, o rio mais extenso da Península Ibérica parece uma ribeira, com ilhas de areia e zonas onde é possível cruzar as duas margens a pé”.

O jornal i também fez manchete do tema. “Nalguns pontos do seu curso, o Tejo encontra-se reduzido a um “regato”. Os baixos níveis de caudal permitem atravessá-lo a pé, e a poluição preocupa os ecologistas. O que aconteceu à água e quem são os responsáveis? A seca ou os espanhóis?”, questiona o jornal na edição desegunda feira, dia 25.

Ao jornal i, Paulo Lopes, de 51 anos, sócio-gerente da Tritejo, empresa responsável pelos passeios ao longo do Tejo, frisa que há algum tempo que existe uma grande preocupação quer pelos baixos níveis de caudal do rio – que obrigam à mudança de travessias – quer pela poluição. A cada década, explica ao i o barqueiro, o rio perde cerca de 60 a 80 centímetros de água, condicionando os acessos das entradas e saídas dos barcos que não conseguem navegar nem acima do Castelo de Almourol, nem abaixo da Vila Nova da Barquinha.

- Publicidade -

Reportagem RTP (c/ vídeo)

Efeitos da seca. Tejo atravessa-se a pé ao nível de Santarém

 

Reportagem jornal i

Rio Tejo. A ‘morte’ lenta do rio mais extenso da Península Ibérica

 

Reportagem TVI (c/ vídeo)

“Se a água aqui passa assim em Mação, imaginemos na Lezíria do Tejo. É uma situação terrível”

 

Reportagem SIC (c/ vídeo)

“Como é que este rio pode ter vida?“: nível de água do Tejo é o mais baixo de sempre

 

Reportagem CNN

Tejo já não alimenta lençóis freáticas da Lezíria

Caudal do rio Tejo nunca esteve tão baixo

- Publicidade -

4 comentários

  1. A Teresinha chorona, ministra do “imbiente” do governo do Cavaco papa bolo-rei, assinou um protocolo com Espanha que regulamentava a cedência de caudal para Portugal suficiente para assegurar um volume de água que permitisse matar fora de perigo a fauna e a flora do rio. Onde está esse protocolo? Onde está a monitorização desse acordo? Onde estão as queixas de Portugal na CE? Será que esta é mais uma situação em que Portugal vai baixar a cueca para nos irem ao pacote?

    1. Boa tarde, na minha opinião, é que deviam aproveitar a seca para tirarem as areias para os rios poderem armazenar mais água, pelo que se vê, temos mais areias do que água…

  2. Será que esta senhora tem algum conhecimento do assunto que está a comentar ? Eu respondo porque ela nem deve saber … ” Não “

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo