in ,

Revolta generalizada contra as mudanças que a câmara quer fazer nas escolas

Está instalada a confusão na comunidade escolar por causa das anunciadas mudanças que a câmara de Tomar pretende fazer nas escolas da cidade.

Os pais dos alunos da escola básica do 1.º ciclo Infante D. Henrique não aceitam o encerramento da escola. Está a decorrer uma petição que já conta com mais de 700 assinaturas.

Na escola Santa Iria os pais dos alunos recusam a transferência dos seus filhos para a escola Gualdim Pais e convocaram uma reunião para sexta feira, dia 3, pelas 18 horas, para tomar uma posição sobre o assunto.

A câmara pretende que os alunos do 3° ciclo desta escola sejam transferidos para a escola EB Gualdim Pais e os alunos da escola Infante D. Henrique sejam integrados na escola Santa Iria.
“Se dizem que as outras crianças não podem frequentar a escola porque não tem condições… para as crianças da escola da Santa Iria já há condições?” questionam os pais.

Entretanto sucedem-se as reuniões nas várias escolas, enquanto o PSD e a CDU pedem a realização de uma assembleia municipal especial sobre as mudanças nas escolas.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

CDU também quer Assembleia especial sobre mudanças nas escolas

Capas dos jornais locais