SociedadeDestaque

Quanto pagam as câmaras pelo Domingão (SIC)?

Algumas câmaras municipais da nossa região têm investido na animação das ruas nas tardes de domingo com o camião do programa “Domingão” da SIC. Foi assim, na Chamusca, Torres Novas e Entroncamento.

Desde as 14h30 e durante toda a tarde, a viatura percorre as ruas das localidades, com muita música e animação, num espetáculo apresentado por Emanuel e Luciana Abreu.

Pelo palco móvel, passam vários artistas, animando as pessoas que vão à janela assistir e convidando-as a interagir, cantando e aplaudindo.

Na emissão em estúdio também há sempre referências às localidades. Normalmente, o presidente da câmara sobe ao palco móvel para uma entrevista de promoção do concelho e das suas potencialidades.

Em geral, a emissão termina com Luciana Abreu e Emanuel a interpretarem um tema, frente à câmara municipal.

Mas quanto custa esta atividade aos cofres das autarquias? Segundo foi revelado na reunião da câmara do Entroncamento, cada programa custa cerca de 5 mil euros, incluindo conteúdos musicais (3000€ + IVA), refeições (1200€) e serviço PSP ou GNR (400€).

2 comentários

  1. Comparado com a xaropadas estivais no Mouchão, até que nem é caro. O problema é que os gajos da SIC não votam por estes lados

  2. Muita festa por pouco dinheiro, ainda por cima num programa recheado com tantas “vedetas”. E por estranho que pareça, alguém deve pagar isso, pois não aparecem nos contratos públicos dos municípios, sendo que aí aparecem outros espetáculos onde é cobrado muito muito mais.
    Por exemplo, o programa “Levanta-te e rí” tem um custo de 10.000 euros, ou seja, um valor muito superior a um “Domingão” que tem mais visibilidade.
    E até porque o programa é produzido pela “Produções Clandestinas” e também não aparecem contratos públicos desta empresa com nenhum município.
    Ou seja, cheira a esturro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo