in ,

Poluição do rio Nabão: as provas do crime

As fotos foram captadas neste sábado, dia 6, por João Paulo Oliveira, e partilhadas no Facebook. Mostram a principal origem da poluição que mancha o rio Nabão e que se vê e cheira em Tomar.

Esta é uma das condutas de esgotos que vem de Ourém e que transborda por aquela boca de saneamento quando há uma sobrecarga em que os esgotos domésticos vêm misturados com as águas pluviais.

E quando isso acontece, os esgotos, em vez de irem para a ETAR (Estação de Tratamento de Águas Residuais, da Tejo Ambiente), transbordam e escorrem para a ribeira de Seiça e depois para o rio Nabão que atravessa a cidade de Tomar.

Tal como o algodão, as imagens não enganam, por mais que a presidente da Tejo Ambiente, Anabela Freitas, se esforce por desviar as atenções e imputar responsabilidades a outras fontes.

Já a 18 de fevereiro foram publicados vídeos sobre o mesmo problema de poluição:

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Sp. Tomar perde com OC Barcelos a poucos segundos do fim

Reportagem vídeo mostra como era o Agroal em 1994