in ,

Polícia agredido na esquadra de Tomar

Tudo começou quando ontem à noite a polícia de Tomar foi chamada a pôr termo a uma festa que estava a decorrer no acampamento do Flecheiro. A música em volume alto ecoava nos prédios ali à volta e ninguém conseguia descansar.

Dezenas de operacionais da polícia em várias carrinhas deslocaram-se para o Flecheiro, acabaram com a festa e detiveram alguns elementos que foram transportados para a esquadra.

Aqui os ânimos exaltaram-se e um agente da PSP foi agredido por um dos detidos, tendo de receber tratamento hospitalar.

Por volta da meia noite e meia, os bombeiros de Tomar foram chamados à esquadra da polícia para transportar o agente ferido ao hospital.

 

Nota: não publicamos comentários racistas, xenófobos ou de incitamento ao ódio e à violência.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Só pode ser xenofobia racista, esta noticia tendenciosa, inclinada e enviesada.
    Isto alguma vez poderá ter acontecido? Não, só na mente destorcida do jornalista.
    Apesar de tudo der imaginação, a indemnização vem a caminho, e já deve ter sido solicitada à mãe Camara: mais um alojamento para o agressor.
    O agredido, cale-se, que é pago para isso.
    Nós, também nos calamos, pois é assim que é politicamente correto.
    A Câmara, cale-se também, que é paga para não falar nestas ocasiões.
    Á boa maneira socialista…

  2. Segue-se a respectiva queixa-crime, o julgamento e o cumprimento da eventual pena a aplicar? Ou os ciganos continuam vão continuar a beneficiar de uma espécie de imunidade semelhante à dos diplomatas estrangeiros? Para quando a aplicação rigorosa do princípio constitucional segundo o qual todos os cidadãos portugueses (incluindo portanto os ciganos) gozam dos mesmos direitos MAS TÊM TAMBÉM AS MESMAS OBRIGAÇÕES (Respeitar as leis em vigor, pagar impostos, cumprir normas de higiene…)
    Numa altura em que tanto se fala de islamo-esquerdismo, aí temos mais um exemplo de que a moléstia também já chegou a Portugal. E até a Tomar, apesar de ficarmos numa cova. Ou será mesmo por causa disso? Ou devido à óbvia falta de coragem dos sucessivos autarcas, com relevo para os atuais?
    Não sei se já deram por isso, mas há uma evolução que me assusta. Enquanto a população concelhia vai diminuindo, a comunidade cigana vai aumentando. Como vai ser se eles um dia forem a maioria, como já acontece nalgumas freguesias alentejanas? Ao que consta não será o paraíso, nem algo parecido…

    • Muito bem observado. A esquerda, o PS em particular, só se interessa pelo voto que recebe deles. Em troca confere-lhes imunidade, motivo pelo qual eles têm o comportamento parasita conhecido e violento, conforme referido.

  3. É bom saber que os nossos impostos estão a ser bem empregues nessas festas. Pensei que já não havia lixo no Flecheiro. Já CHEGA não?

    • Temos de ser tolerantes com as minorias etnicas… O povo conformado com a classe política tem de ter noção da realidade e se é esta a realidade votada ha que ter noção do que se passa no nosso país. Então vamos apoior o cigano e que ele faça uso das políticas beneficas a seu belo prazer. O meu lema é TOLERÂNCIA

    • Olhe sr. António GS o PSD não fez nada e por isso também não agravou a situação. Esta maioria é que vai coisas com a melhor das intenções mas no fundo apenas está a agravar o problema. Porque quanto mais coisas facilitarem aos ciganos ou a qualquer outra minoria, mais ciganos ou outras minorias vão aparecendo. É só olhar com olhos de ver para o que se vai passando por essa Europa fora, incluindo na rigorosa Inglaterra.
      Quando puder, António GS, trate de rever os seus critérios-. O que fez ou deixou de fazer o PSD quando esteve na câmara não serve como justificação para o que o PS está a fazer desde há 8 ANOS. Porque por esse caminho, não tarda estamos a culpar o general Oliveira pela poluição do rio.
      Que mania, essa de tentar a todo o custo sacudir a água do capote, culpando sempre os outros!

    • Sim concordo. E a culpa de sermos um país de terceiro mundo na Europa é do Passos, do André e da Covid, mas nunca de quem tem governado em 20 dos últimos 25 anos. Sr.Antonio, voltando ao assunto em causa, se defende e se identifica tanto com esta espécie, leve alguns para sua casa. Assim, o dinheiro dos nossos impostos talvez fosse aplicado em sectores que estão carenciados e debilitados e você ficava feliz juntinho daqueles que tanto ama. Felicidades!

      • Eu também não vivo do RSI e muito menos dos subsídios aos banqueiros, EDP, energias renováveis e outros “investidores”… Quanto ao resto, que todos cumpram.

  4. Consultando o site Base.org é fácil de constatar que a Câmara já gastou mais de 1 milhão de euros para as casas desta gente que só causa distúrbios. Se fosse cumprido o Regulamento de Habitação Social, já estava tudo expulso.
    Não existe um único parque infantil em condições na cidade , mas já foram gastos mais de 1 milhão de euros dos nossos impostos para quem não cumpre a lei e só causa desacatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Direção Regional de Agricultura avança com obras na barragem do Carril

Papeleira colocada em frente a acesso a stand