SociedadeDestaque

Perigo: lagarta Processionária na Choromela

- Publicidade -

Nesta altura do ano, começa a época de descida da lagarta do pinheiro, vulgarmente designada por Processionária, com todos os perigos que ela representa.

Se na zona da Nabância, a câmara de Tomar colocou cintas em algumas árvores para impedir que a lagarta descesse para o solo, o mesmo não acontece por exemplo na Choromela onde existem dezenas de pinheiras.

Uma moradora publicou no Facebook fotos de lagartas desta espécie nas paredes das habitações na zona da Choromela, alertando para o perigo que representam.

As lagartas constroem os ninhos nas árvores, designados vulgarmente novelos de seda. Quando crescem abandonam os ninhos e descem para se enterrarem no solo. Normalmente andam umas atrás das outras em procissão, dai o nome processionária.
Para os humanos, o contacto direto ou por inalação com os pelos da lagarta pode provocar urticária, reações alérgicas ao nível da pele, olhos e aparelho respiratório e, em casos mais graves, pode causar vertigens ou, em situações extremas, até a morte. Os sintomas podem surgir minutos ou horas após o contacto e persistir por várias horas ou dias.
Para os animais de companhia, como cães e gatos, o contacto com a lagarta tem igualmente consequências graves.

Há que ter prudência em locais com infestação e não deixar animais ou crianças brincarem junto a essas árvores.



- Publicidade -
- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo