in ,

O que falta aqui? (c/ fotos)

Numa semana em que a câmara de Tomar anunciou o corte de mais árvores na cidade, publicamos algumas imagens recolhidas em vários locais onde estão caldeiras sem árvores. Ou seja, são espaços onde foram plantadas árvores que, por vários motivos, morreram ou foram abatidas e não foram substituídas, situação que se arrasta há anos.

Esta semana, o vereador responsável, Helder Henriques, anunciou que a câmara iria desbastar algumas árvores no cemitério de Marmelais, por alegado risco de queda, e o corte de várias árvores na av. Marquês de Tomar, na zona dos Correios.

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. A bem da paz pública e do marasmo local, deve-se considerar que a situação denunciada não é alarmante, e muito menos desesperada. Com efeito, a presidente anda há mais de 6 meses para anunciar os resultados finais das análises à água poluída do Nabão, prometidos para o fim de Abril, e precisou de 6 anos para perceber que o mesmo Nabão precisava de uma dragagem, para desassorear. Além disso, a estrada do Convento está estrangulada há 10 anos, desde as obras camarárias, o que até agora ainda não comoveu a autarquia. Haja portanto esperança. Dentro de dois ou três mandatos estou certo que as árvores agora em falta serão replantadas. E a estrada do Convento realargada.
    Já será outro presidente? Que importa! O fundamental é que as coisas se façam. E esta maioria gosta pouco de fazer. Excepto fazer pouco dos eleitores que a elegeram. Cospem assim nas mãos de quem lhes deu de comer com fartura durante uns anos. Além de pouco competentes e com falta de educação, são uns ingratos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Sp. Tomar perdeu com açorianos do Candelária

U. Tomar perde em Almeirim