SociedadeDestaque

Nova residência para estudantes do IPT vai ser aqui

- Publicidade -

O edifício do Politécnico de Tomar situado na av. Cândido Madureira, perto da rotunda Alves Redol, vai ser transformado em residência para estudantes.

O IPT aproveitou as verbas do Plano de Recuperação e Resiliência para apresentar um projeto e uma candidatura que foram aprovados, contando com um financiamento superior a 2 milhões de euros.

Segundo revela o jornal Cidade de Tomar, a nova residência terá capacidade para 68 alunos distribuídos por quartos maioritariamente duplos, mas também individuais e quartos para pessoas com limitações.

Dada a altura das divisões do atual edifício, os quartos vão ser construídos como mezaninos, com uma parte inferior (zona de estar) e uma parte superior (zona de dormir), ligadas através de uma escadaria.

A residência vai ficar dotada de cozinha, refeitório e lavandaria. Está também prevista a instalações de painéis solares e painéis térmicos.

- Publicidade -

Segundo declarações de Júlio Filipe administrador do IPT, ao semanário, contam começar a obra em outubro de 2023 e ter a residência pronta no final de 2024.

O investimento estimado é de 2,5 milhões de euros.

A atual residência dentro do campus do IPT tem capacidade para 220 alunos, mas verifica-se uma manifesta falta de quartos para estudantes em Tomar.

No edifício da av. Cândido Madureira funcionou a Escola Comercial e Industrial (de 1925 a 1958), a Secção de Tomar do Liceu de Santarém (de 1965 a 1975) e, desde 1986, o IPT.

Problema da falta de quartos para estudantes agrava-se

- Publicidade -

3 comentários

  1. 2.5 milhões de euros de investimento para beneficiar 68 alunos???!!! Está tudo maluco, os portugueses estao loucos, são completamente desprovidos de senso e gastam o dinheiro mal gasto.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo