SociedadeDestaque

Morrem três vezes mais pessoas do que nascem em Tomar

- Publicidade -

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2023 registaram-se 608 óbitos no concelho de Tomar e nasceram 213 bebés de mães aqui residentes.

Isto significa que o número de mortos é quase o triplo do número de nados-vivos em Tomar, o que representa um saldo natural muito negativo.

Dos 213 bebés que nasceram no ano passado de mães tomarenses, 107 são masculinos e 106 femininos.

Quanto à mortalidade no concelho, morreram mais mulheres do que homens: 292 homens e 316 mulheres.

 

- Publicidade -

Natalidade e mortalidade no concelho de Tomar

20192020202120222023
Nados-vivos208201209215213
Óbitos530568615622608

Fonte: INE

- Publicidade -

4 comentários

    1. Bem visto. É evidente que estes dados demográficos, seja para o bem seja para o mal, são resultado da política, neste caso, dos socialistas…
      És um espanto!!!

  1. Sr. Luis Anjos
    E o que fez o PSD quando esteve à frente da gestao municipal!?
    Tomar está em declinio desde o tempo do dr pedro marques, e assim vai continuar…..os politicos sao incompetentes e só pensam a 4 anos, a visao deles nao dá mais….

    1. o PS e o PSD afinam pela mesma estratégia: cidade virada para o turismo e festarolas. Quando o PS assumiu a câmara de limitou-se a seguir o que vinha de trás (Paiva, Carrão, etc ): acabar com a tradição industrial. E o mais grave é que os tomarenses também apoiam. População que não quer servir cafés e fazer camas, vão embora. É isso que as estatísticas mostram.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo