in ,

Lixo acumula-se nos contentores

lixo 22721 8007726175600727782 n

Em vários locais da cidade e arredores nesta segunda feira, dia 17, registaram-se problemas de acumulação de lixo nos contentores e zonas envolventes.

Com os contentores cheios, os cidadãos vão depositando os sacos do lixo à volta e depois há o problema dos detritos que se espalham por causa do vento e da ação dos animais.

É um problema recorrente para o qual temos alertado a empresa Tejo Ambiente.

As fotos retratam esse problema na estrada do Prado e junto à ponte do Prado.

 

Gostou de ler este artigo? Então, partilhe e apoie-nos nesta missão de informar!

Proponha uma correção, sugira uma pista: 

Envie fotos e vídeos para ou por aqui

Escrita por Redação

Blog informativo Tomar na Rede. Notícias sobre Tomar e região envolvente. Informação local e regional.

Comentários

Responder
  1. Eu aqui apenas vejo falta de civismo por parte da população, os contentores apesar de estarem fechados não demonstram estarem cheios, pois se assim fosse as tampas não estariam totalmente fechadas.
    É mais fácil colocar o lixo no chão do que ter o trabalho de abrir o contentor e colocar lá o lixo…………….

  2. Bons dias,
    Muito sinceramente não sei se este exemplo que aqui vou descrever em seguida resolve o problema.

    Quando existem falhas nos serviços de eletricidade, telefone ou internet (existem mais exemplos), deve-se fazer uma reclamação á operadora do sucedido, e depois na factura seguinte é descontado o tempo em que ficou sem o serviço.

    Neste caso específico, não sei se aplica-se o mesmo procedimento (mas deveria de aplicar-se da mesma forma em virtude de se estar a pagar um serviço que não é prestado).

    Como tal, não custa nada em tentar fazer a reclamação junto da entidade prestadora do serviço, e caso esta não atenda o pedido, poderá ser sempre denunciado à entidade fiscalizadora (ERSAR), porque é quem competências para fiscalizar a TejoAmbiente.

  3. O que pagamos pelos serviços de saneamento, neste caso de residuos solidos, é mais que bastante para podermos exigir um serviço competente. No caso, que a recolha seja feita em tempo oportuno.
    Não abordo as questões sanitarias que decorrem, no tempo quente que está a chegar, da existencia de lichos domesticos acumulados ao ar, espalhados com o se fossem culturas de doenças e de infeções.
    Abordo porém os passes artisticos da Camara, a acabar com funções dos serviços municipalizados, e a substitui-los por empresa criada à pressa, e mal criada. Como já se vê no caso da Tejo Ambiente.
    Atéo estudo que suportou a montagem da empresa está errado! Quem opaga, agora, as consequencias?!
    Qual a justificação, agora, para ter liquidado os SMAS, para de algum modo ter privatizado serviços publicos que eram assegurados pela Câmara?
    É esta a boa maneira socialista de gerir?
    E agora, pagamos nós, os do costume, os prejuizos enormes da Tejo Ambiente? A boa maneira socialista de gerir…com o dinheiro dos outros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0
marco 5473577362062243251 n

Camião derruba marco do correio

tony 0134507 1181585054129215119 n

Tony Carreira critica Ministério Público e GNR de Santarém (c/ vídeo)