SociedadeDestaque

Incêndio na maternidade de Abrantes

- Publicidade -

Não há vítimas a registar no incêndio que deflagrou ao início da tarde deste domingo, dia 31 de dezembro, no piso da maternidade do hospital de Abrantes.

Segundo a agência Lusa, que cita fonte da proteção civil, o incêndio deveu-se a uma avaria num equipamento informático, isto numa altura em que o serviço está encerrado.

Em declarações à Lusa, fonte do Comando Sub-Regional de Proteção Civil do Médio Tejo indicou que o alerta para o incêndio foi dado às 12h30 e que se encontra extinto desde as 13h40.

Segundo a mesma fonte, o incêndio ocorreu no 5.º piso do Hospital de Abrantes (distrito de Santarém), onde se localiza o serviço de obstetrícia e ginecologia, e teve como origem “um equipamento informático”.

Contactada pela Lusa, fonte do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), ao qual pertence o Hospital de Abrantes, adiantou que a administração da unidade já abriu um inquérito para averiguar as causas do incêndio.

- Publicidade -

A mesma fonte explicou que foram os próprios profissionais de saúde que conseguiram apagar as chamas, tendo, posteriormente, os bombeiros procedido à extração de fumos. Na sequência deste fogo não houve vítimas a registar, uma vez que o serviço da maternidade se encontrava encerrado desde sábado.

“Neste momento ainda não temos uma previsão para a reabertura deste serviço porque ainda não foi possível apurar os estragos. O perímetro está encerrado e ninguém consegue aceder”, explicou à Lusa. No local estiveram os bombeiros de Abrantes, do Sardoal e de Constância e a PSP.

- Publicidade -

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo