SociedadeDestaque

Igreja de S. João: primeira missa dia 9 e inauguração dia 16 (c/ áudio)

- Publicidade -

A igreja de S. João Baptista vai reabrir ao culto no dia 9 de abril, data da primeira saída de coroas da festa dos tabuleiros, após as obras de requalificação e restauro.

O padre Rui Tereso, na missa de domingo, anunciou que a missa das 10h30 de domingo, dia 9, será celebrada já na igreja de S. João, quando até agora tem sido realizada na igreja de Santa Maria do Olival. No dia 16 vem o bispo de Santarém, José Traquina, inaugurar as obras.

No entanto, os trabalhos ainda não estão terminados. Ainda decorrem intervenções por exemplo na sacristia e nas naves laterais. Os andaimes exteriores já estão a ser desmontados.

Por isso, nesta fase inicial o monumento vai estar aberto ao público apenas aos domingos, das 9h00 às 17h00.

A empresa que está a recuperar e requalificar a igreja é a Signinum – Gestão de Património Cultural, sedeada em Braga, também responsável pelas obras de reabilitação da igreja de Nª Srª da Graça, propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Tomar. As obras custam mais de 1 milhão e 600 mil euros, sendo financiada em 85% por fundos comunitários.

- Publicidade -

igreja s. joao praca da republica IMG 20230324 104505

- Publicidade -

8 comentários

  1. Mais uma excelente notícia para Tomar e em particular para os verdadeiros Tomarenses.
    O céu é o limite, Tomar está cada vez melhor!
    Não há ninguém com boa fé que diga o contrário!
    Os verdadeiros Tomarenses são pessoas alegres e felizes, a vida com fé trás sucessos e progresso…
    Os frustrados, não têm lugar em Tomar e devem simplesmente reduzir-se á sua insignificância e talvez quem sabe trabalhar para o C.M.

  2. Digo e repito: convém que quem tenha conhecimentos de arte e conheça particularmente os quadros que estavam pendurados nas paredes da igreja, se certifique que os mesmos, originais, regressam aos seus lugares, e não fotocópias de alta resolução ou falsificações.
    Recordo que em tempos, e com a cumplicidade do padre Mário, os quadros viajaram “emprestados” para Santarém, ao que parece e segundo algumas opiniões, sem data prevista para a sua devolução. O assunto foi amplamente denunciado por algumas pessoas das quais se destacou a Filipa Macedo que não descansou até às obras de arte regressarem.
    É bom que ninguém se deixe adormecer e verifiquem a presença dos quadros. Eu mesmo, que não sou praticante, me darei ao cuidado de entrar na igreja para verificar…

    1. tu dás ideias de ser mais um Tomarense de sangue azul que não tem onde cair morto e vive as custas de algo…..esta é uma definição que encaixa em muitos no concelho….e como tal és um sabedor de tudo e mais qualquer coisa….quando entrares na igreja reza um pai nosso por mim ….

      1. Enganas-te. Não sou de sangue azul. Muito pelo contrário. Quanto a saber de tudo e mais alguma coisa, nunca encaixe nisso. Sou suficiente humilde para admitir que há mais para aprender do que aquilo que a experiência de vida já me ensinou.
        E quanto ao assunto que aqui eu trouxe e que tanto te inflamou, convido-te a pesquisar as notícias que correram na altura sobre os quadros e os comentários produzidos…se é que consegues vencer a Inércia…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo