in ,

Homenagem emocionada a Luís Boavida

Foi num ambiente emotivo que decorreu, neste domingo dia 26, a homenagem ao tomarense Luís Boavida, um ano após a sua morte.

No restaurante Lodge juntaram-se mais de 100 pessoas para assistir ao lançamento do livro “Centro Interpretativo Tomar Templário” da autoria de Inês Gonçalves Pereira, sobrinha e afilhada do homenageado.

“Mais do que um livro, é uma homenagem ao meu avô, tornou-se uma homenagem ao meu tio e uma dádiva à cidade”, afirmou a autora, de 25 anos, cujo livro resulta da sua tese de mestrado.

Isabel Boavida, presidente da associação Luís Boavida, recordou o seu marido como “um amante da vida, bem-disposto, sempre com uma graça para dizer” e pediu que ali houvesse alegria e não tristeza porque seria isso que Luís Boavida gostaria.

Aquela associação organizou o evento com o lema: “celebrar a vida e vivê-la com a generosidade e a postura que o mesmo (Luís Boavida) teve ao longo da sua vida”.

Para a autora do livro, “Tomar tem uma história incrível” e “um potencial que esteve escondido”, lançando o desafio para que se afirme Tomar pelo seu património e pela sua história.

Intervieram ainda Carlos Trincão, a quem coube apresentar o livro, e Manuel Fonseca, da editora Guerra e Paz.

Seguiu-se um jantar, com cerca de 200 participantes, durante o qual os dirigentes da associação Luís Boavida entregaram um cheque de 808 euros à Acrescer – Associação de Pais e Amigos de Crianças Com Necessidades Educativas Especiais. Houve ainda tempo para a partilha de memórias vividas com Luís Boavida.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Biografia de Sophia de Mello Breyner apresentada em Tomar

Alunos de artes pintam caixas da EDP (c/ fotos)