SociedadeDestaque

Grupo de Forcados de Tomar tenta ultrapassar crise

- Publicidade -

Foi e ainda está a ser turbulenta a mudança de cabo no Grupo de Forcados Amadores de Tomar.

A saída de Hélder Parker daquelas funções e a sua substituição por Paulo Josué, gerou polémica e criou uma cisão no grupo.

Em comunicado, Hélder Parker acusa a atual direção da associação, presidida por Francisco Madureira, de o coagir a deixar de ser cabo. Pressionado, acabou por abandonar o grupo e com ele saíram mais alguns elementos, alguns dos quais não devolveram a jaqueta, o tradicional “casaco” usado pelos forcados durante as pegas.

A atual direção, eleita em janeiro, ainda não respondeu às acusações e está a procurar resolver a crise no seio do grupo de forma ponderada.

Enquanto isso, os forcados que permanecem vão treinando e mantendo a sua atividade.

- Publicidade -

No dia 25, Renato Pereira e João Serra representaram o Grupo de Forcados Amadores de Tomar no tradicional concurso de cernelhas “Dia do Moço Forcado” na Arena D’ Évora,

O grupo passou à segunda fase, mas não chegou à final, marcando, contudo digna presença entre os muitos grupos que participaram no concurso.

A próxima atividade será na manhã do dia 8 de abril, em Santo Aleixo, num concurso de pegas, sendo que os dois grupos vencedores pegam no Festival Taurino da tarde, cujo o cartel é composto pelos cavaleiros João Moura, Francisco Cortes, João Moura Caetano, Manuel Telles Bastos e Francisco Maldonado Cortes, que presta provas para cavaleiro praticante.

 

Comunicado do ex-cabo do Grupo de Forcados Amadores de Tomar, Helder Parker

“Como ex-cabo do Grupo de Forcados Amadores de Tomar, sinto que a última coisa que ainda tenho a fazer pelo grupo, é deixar bem explícita a razão pela qual fui obrigado a entregar o Grupo à Associação.

Como sabem, houve eleições para os órgãos sociais da Associação do Grupo de Forcados Amadores de Tomar, e a lista vencedora tinha como único objectivo, passar o testemunho para o actual cabo do G.F.A. de Tomar – Paulo Josué – apregoando mudanças que seriam apenas a minha saída de cabo.

Esclareço que, antes destas eleições, fui coagido a sair voluntariamente de cabo do Grupo, passando o testemunho ao Paulo Josué e, ficar apenas como forcado “às ordens” deste. 

Estas foram as exigências com as quais me confrontaram e que, pelo respeito que tenho ao G.F.A. de Tomar e em honra da jaqueta, jamais em consciência e de livre vontade entregaria o comando do grupo a um indivíduo que há mais de 15 anos não é elemento do grupo, nem o acompanha, não tendo nunca contribuído a favor deste, antes mesmo assumindo comportamentos em claro prejuízo do Grupo, que é do conhecimento geral e que me abstenho de identificar.

Contra mim, apenas foi apontado, estar a realizar poucas corridas, mas quem está dentro dos meandros das contratações dos grupos de forcados, nunca poderão apontar, que as que realizei tenham sido pagas!

Como grupo unido que sempre tentei manter, transmiti todas estas “jogadas sujas” que me encontrava a enfrentar, por forma a que, unidos pudéssemos manter a honra e dignidade do grupo, e propusemos uma reunião com todos os elementos, cuja resposta da Associação foi simplesmente que, em conjunto com alguns cabos antigos já haviam decidido, sendo irreversível essa decisão. Decisão esta que mais uma vez reforço, foi à minha revelia e de forma muito pouco ortodoxa.

Consequentemente, não me foi dada outra alternativa, senão entregar o grupo ao novo presidente da Associação que, unilateralmente, já havia decidido o futuro deste, e desta forma, tranquilizei a minha consciência e mantive a minha dignidade sobre o melhor para o Grupo que, na minha humilde opinião, jamais passa por ter como cabo Paulo Josué.

Resta-me deixar aqui um grande bem-haja a todos os forcados que pegavam comigo, por estarem sempre ao meu lado e por igualmente saírem do Grupo, como consequência da falta de respeito para com eles, comigo e por todos aqueles que com muito esforço lutaram para dignificar a jaqueta e o nome do G.F.A. de Tomar.

Anseio que um dia o G.F.A de Tomar volte a recuperar a dignidade e a honra merecida à jaqueta, para que possa novamente contar com o meu apoio e orgulho”.

Hélder Parker

Grupo de Forcados Amadores de Tomar tem novo cabo

Francisco Madureira é o novo presidente da Associação dos Forcados

Lista dos cabos do grupo

  1. Manuel Faia (1956–1959)
  2. João Faia (1959–1966)
  3. Jorge Monteiro (1966–1974)
  4. Manuel Vidal (1974–1975)
  5. Manuel Alfaiate Pereira (1975–1979)
  6. Jorge Carvalho (1979–1981)
  7. José Simões Berto (1981–1983)
  8. António Graça (1983–1986)
  9. Porfírio Manuel dos Santos (1986–1988)
  10. Manuel Serra (1988–1990 e 1992–1993)
  11. Francisco Luís Faia (1990–1992)
  12. Paulo Graça (1993–1996)
  13. Carlos Alberto (1996–2014)
  14. Marco Fernandes de Jesus (2014–2019)
  15. Hélder Parker (2019–2023)
  16. Paulo Josué (2023- )

- Publicidade -

9 comentários

    1. Quem és tu para dizer isso????
      Foste Forcado,Forcadito ou Forcadao?
      Olha vai acompanhar o outro palhaço que comentou aqui.Ja vao ser dois palhaços po circo Mariano

  1. Quem sao voces Tomar na rede ou Tomar enredado para dizer que o Grupo de Tomar tenta superar crise.
    Que crise????
    A unica crise que ha em Portugal sao os pseudo entendidos jornalistas a cagar sentenças de coisas que nao sabem.
    Sabem o que era crise?Era deixar que um Grupo denominado de Tomar nao tivesse Forcados crescidos,nascidos e feitos em Tomar.
    Isso sim era crise.
    Deixem de ser otarios e procurem o fundo das coisas antes de cagarem sentenças e escreverem o que naon sabem ou que alguem como voces os disse.
    Pobre e triste jornalismo

  2. Quanto a cartita esclarecedora que fez o Helder Parker so tenho uma coisa a dizer
    Meu rapaz és valente como Forcado,mas curto de palavras,parco de sabedoria e sem ofender-te ignorante do que ser Cabo de um Grupo de Forcados que nao é a tua terra.
    Nao podes escorraçar,espezinhar,desprezar e por fora do Grupo denominado de Tomar a rapazes nascidos em Tomar e trazer os da tua terra.
    Voces sao Nabantinos?
    Voces sao Tomarenses?
    NAO
    Pecaste de ignorante e de influenciado desprezando Tomar,ass suas gentes e o nome dos Amadores de Tomar.
    Sorte para ti e acorda porque és um Forcadao.
    Abraço sem rancor

  3. Que venham aqui os entendidos com provas esclarecer em pergaminhos quando e onde os Senhores Manuel Vidal e Jorge Monteiro foram cabos dos Amadores de Tomar

  4. O Senhor Vidal fundou os Académicos de Tomar os quais fizeram 1 so temporada.
    O Senhor Monteiro foi forcado nos Amadores da Chamusca e presentou-se a ser eleito cabo com o Senhor Zé Berto Simoes que foi ele o eleito.Isto numa reuniao na Marisqueira em 1982.
    Entao na lista que voces poeem aqui dos cabos anteriores ha Manuel Vidal e Jorge Monteiro????????????????????

  5. O Senhor Vidal fundou os Académicos de Tomar os quais fizeram 1 so temporada.
    O Senhor Monteiro foi forcado nos Amadores da Chamusca e presentou-se a ser eleito cabo contra o Senhor Zé Berto Simoes que foi ele o escolhido em unanimidade.Isto numa reuniao na Marisqueira em 1982.
    Entao na lista que voces poeem aqui dos cabos anteriores ha Manuel Vidal e Jorge Monteiro????????????????????

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo