in ,

Fome e pobreza pairam sobre Tomar

Começam a chegar relatos de famílias a passarem muitas dificuldades e já há casos de fome em Tomar.  A solidariedade, seja através da Cáritas, seja através das caixas solidárias, não chega para as necessidades. E depois há a pobreza envergonhada de quem não tem coragem de pedir.

Facto é que diariamente as duas caixas solidárias de Tomar ficam rapidamente vazias, sobretudo assim que cai a noite. Chega a haver pessoas à espera que alguém coloque produtos nessas caixas, o que é revelador da gravidade da situação que estamos a viver.

A Cáritas, que apoia habitualmente mais de 450 pessoas, está a registar mais pedidos de ajuda desde que começou a pandemia covid-19, conforme relatou a presidente da instituição, Célia Bonet, em entrevista ao jornal Cidade de Tomar.

“Estamos muito preocupados com os tempos mais próximos”, disse Célia Bonet na referida entrevista. Há comerciantes e outros trabalhadores por conta própria que vão ganhando apenas para a sua sobrevivência e que nunca conseguiram ganhar o suficiente para fazer poupanças. Sem atividade e sem rendimentos, ficam numa situação muito complicada.

Nas redes sociais, de vez em quando surgem apelos e pedidos de ajuda e os tomarenses têm-se mostrado generosos e solidários, como o exemplo que apresentamos.

No facebook foi criado o grupo “Mão Amiga” que tem ajudado pessoas com necessidades.

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Imagem inédita do 1º de maio de 1974 em Tomar

Apelo