SociedadeDestaque

Festival de Lanternas Flutuantes atraiu milhares de visitantes

Há muito tempo que não se via tanta gente em Tomar como na noite desta sexta feira, feriado de 10 de junho.

O motivo de atração era o II Festival de Lanternas Flutuantes entre as três pontes do rio Nabão.

O público espalhou-se pelas pontes e pelas margens do rio para apreciar o espetáculo do deslizar das lanternas iluminadas na superfície da água.

tomardrive banner out. rodape 2020 41 7293055622693185155 n Copia

A iniciativa foi do agrupamento de escolas Nuno de Santa Maria.












4 comentários

  1. Se calhar sem disso se dar conta, até o jornalista de Tomar na rede alinha no raciocínio do simplórios locais, que tantos prejuízos já causou e promete continuar: Houve muita gente, portanto foi um grande sucesso. No caso, nada mais errado.
    Há, antes de mais, a néscia ideia de realizar no Nabão uma cerimónia religiosa de origem extremo-oriental, da região do povoamento lacustre. Por muito bonita que possa ser, é obviamente um despropósito de gente com a cabeça mal estruturada.
    Vem depois o âmago da questão. Salvo para os parolos, que assim julgam estar numa terra do primeiro mundo, com grande bulício urbano, NÃO INTERESSA DE TODO QUE VENHAM MULTIDÕES A TOMAR. PORQUE SUJAM, PARTEM, DESARRUMAM, FAZEM MUITOI BARULHO E INCOMODAM OS LOCAIS. O que importa é saber quanto cá gastaram. O “resultado da bilheteira”. Como no futebol a sério ou em qualquer outro evento de categoria.
    Por falar nisso: Quanto é que custou a palermice das lanternas fluviais? E quanto é que rendeu nas bilheteiras? Quem pagou então? Os do costume

  2. E daí? Apoia que haja mais festivais assim? Baseado em quê?
    São também os mesmos que vão pagando o realojamento e as tentativas de integração dos calés, mas disso você esqueceu-se por conveniência.

  3. O pior nem é o que custa é a pouca receita que gera e a ilusão de que este é o caminho do progresso. Na Tailândia algo parecido é uma atração turística (tal como a massagens). É essa a economia que se deseja?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo