in ,

Exemplos de falta de civismo

Na av. Norton de Matos

Quando os contentores estão cheios é compreensível que as pessoas coloquem o lixo no chão, mas os exemplos que apresentamos retratam situações de falta de civismo porque havendo espaço nos contentores não se compreende que o lixo fique espalhado no chão.

Os casos que publicamos acontecem nesta segunda feira, dia 2, na rua Diogo de Arruda e na av. Norton de Matos em Tomar.

Na rua Diogo de Arruda

 

 

 

 

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. A foto do rua Diogo Arruda , quem tirou a foto deveria ter visto que o caixote do papel estava cheio.
    Querem mostrar falta de civismo?
    Ui é que não falta!
    Logo há entrada da cidade, avenida do hospital!
    Quanta falta dele às pessoas têm, vão ao MC’S e vão para lá comer e fica tudo no chão!
    Mas não deve haver dinheiro, para as papelarias.
    Depois da festa dos tabuleiros , ainda não houve nenhuma alminha que fosse fazer uma limpeza às bermas, ele é lixo por todo lado, com garrafas de vidro ,latas e por aí á fora…
    Ainda querem fazer uma cidade turística?????

  2. Infelizmente MAUS exemplos destes vemos por toda a cidade!
    Eu acrescentaria ainda a este tema mais alguns aspectos que considero serem também eles falta de civismo:
    – A começar pela não separação do lixo por cada cidadão na sua própria casa ou estabelecimento. Existe ainda uma maioria que não faz reciclagem ou apenas separa uma pequena parte do lixo que produz. Um dia deste dizia-me um jovem pai, por sinal
    meu amigo, que não faz reciclagem porque já paga impostos para isso. É verdade que temos uma carga fiscal muito elevada, mas não posso esta mais em desacordo com ele e muitos outros que assim pensam, com a agravante de ser pai de uma menina de 10 anos e estar a dar-lhe um péssimo exemplo.
    – Também a não redução de volume das embalagens por forma a permitir que cada embalão ou papelão consiga acolher uma maior quantidade de lixo ou simplesmente que permitam introduzir no seu interior o lixo para que imagens como as que a foto documenta não se repitam. Não custa nada esvaziara de ar um garrafão de água ou desmontar uma caixa de cartão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Tomar tem cerca de 7 mil alunos

Mais quatro obras de arte urbana em Tomar