in ,

Ex-bancária de Tomar acusada de peculato

Uma bancária que trabalhou na agência de Tomar da Caixa Geral de Depósitos está acusada pelo Ministério Público do crime de peculato.

A mulher de 43 anos, residente em Tomar, é acusada de se ter apropriado de cerca de 121 mil euros de uma cliente idosa, “aproveitando-se desta circunstância e das suas funções de gestora de conta em relação a diversas contas bancárias da lesada”, refere o comunicado do MP.

Na acusação, deduzida pela 2.ª secção de inquéritos de Santarém especializada em crimes económicos e financeiros, também foi promovida a perda a favor do Estado, sem prejuízo dos direitos da lesada, da quantia monetária de 91 mil euros.

Os factos remontam aos anos de 2010 a 2014, tendo a suspeita saído da CGD no ano seguinte.

Nesta altura ainda decorre o prazo para abertura de instrução que, a não ser requerida, determinará a remessa do processo para julgamento perante tribunal coletivo, em Santarém.

 

Comunicado do MP

 

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Antiga sede do PS recuperada e transformada em unidade de alojamento local

Passadiço do Agroal já em fase de concurso público