in ,

Estudantes do politécnico desesperam por quartos

“Se tivesse mais 20 quartos alugava-os todos”, diz-nos um empresário de Tomar que aluga quartos a estudantes. É um exemplo de muitos outros que retratam a falta de quartos para alugar em Tomar.

Numa altura em que o ano letivo está a começar, os estudantes desesperam por encontrar um espaço onde possam ficar alojados.

Além de haver um ligeiro aumento do número de alunos no Politécnico de Tomar, o que agravou o problema é que a residência de estudantes do IPT ficou reduzida a um terço da sua capacidade devido às contingências da pandemia.

A residência tem cerca 250 camas, mas pelas regras da DGS só podem estar ocupadas cerca de 160 camas.

O jornal digital mediotejo.net publicou uma reportagem sobre o tema:

 

Tomar | Residências do IPT tiveram de reduzir lotação e estudantes desesperam sem conseguir alugar quartos na cidade

https://www.mediotejo.net/tomar-residencias-do-ipt-tiveram-de-reduzir-lotacao-e-estudantes-desesperam-sem-conseguir-alugar-quartos-na-cidade/

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Tal situação é um mistério: mais aluno, menos aluno, o IPT tem vindo a perder alunos nos últimos anos. Tem hoje metade dos que tinha em 2000. A pandemia pode ser a explicação

  2. Tenho um quarto,mas posso partilhar só com uma pessoa,200€ por mês se partilhamos 100€ por mês. Meu 920593151

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Diário de Notícias dedica duas páginas à UCI de Abrantes

Tomar por Eduardo Salavisa