in ,

Estátuas Vivas “invadem“ Mouchão e Várzea Pequena

Neste fim de semana de 7 e 8 de setembro decorre no Mouchão Parque e no jardim da Várzea Pequena em Tomar mais um Festival de Estátuas Vivas, este ano dedicado ao centenário de Sophia de Mello Breyner.

O primeiro dia, sábado, tem por base esta temática, com 16 quadros criados propositadamente a propósito de referências da obra da autora, mas que aprofundam também a sua leitura. No domingo, o Festival é de tema livre, com a particularidade de incluir os dez quadros mais votados do Living Statues Masters, eleição da melhor estátua viva do mundo, que será revelada no final do Festival.

O preçário é igual ao ano passado, ou seja, os visitantes podem optar por uma pulseira para os dois dias (5 euros) ou apenas para um  (3 euros), sendo que as crianças até aos 12 anos têm entrada gratuita e os jovens dos 13 aos 18 anos 50% de desconto.

Funciona no sábado das 17 às 19 e das 22 às 24 horas e no domingo das 11 às 13 e das 17 às 19 horas.

Mais informação aqui

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. Este festival nasceu nas ruas e assim devia continuar. Agora ocorre em ambiente fechado para ser pago porque a câmara não tem meios para o subsidiar. Pudera! Com os fundos a serem desviados para o bairro calé (e que fundos!!!) a manta não dá para cobrir tudo. Não faltará muito para vermos a festa dos tabuleiros limitada ao campo da bola e ao cisne-teatro…

  2. Este festival nasceu nas ruas e assim devia continuar. Agora ocorre em ambiente fechado para ser pago porque a câmara não tem meios para o subsidiar. Pudera! Com os fundos a serem desviados para o bairro calé (e que fundos!!!) a manta não dá para cobrir tudo. Não faltará muito para vermos a festa dos tabuleiros limitada ao campo da bola e ao cine-teatro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Mercado da Estrelinha este fim de semana na Corredoura

Comissão da festa dos Tabuleiros promove convívio aberto a toda a população