in

Entroncamento: antigo militar da GNR preso por vários crimes

Ficou em prisão preventiva o militar aposentado da GNR, de 60 anos, na sequência de agressões na via pública contra a sua companheira, crime de resistência e coação sobre funcionário, no Entroncamento, e não em Tomar, como erradamente informámos com base no comunicado da PSP.

A detenção em flagrante delito aconteceu na noite de 23 para 24 de junho, cerca das 0.30 horas.

Chamados ao local, os agentes da PSP foram também agredidos pelo indivíduo, que reside em Paço D’Arcos. Por via do sucedido, as autoridades apuraram que o homem era detentor de armas e munições proibidas, produtos estupefacientes e notas falsas no seu domicílio.

O comunicado da PSP refere que, na sequência da detenção, foi-lhe apreendida uma arma de alarme, uma réplica de arma de fogo, uma soqueira metálica, três armas brancas, quatro bastões, 77 notas suspeitas de serem falsas, 178 munições de diversos tipos e calibres, 48 doses individuais de anfetaminas, 21 doses individuais de haxixe e 3,23g de liamba.

O arguido é suspeito ainda de, anteriormente, ter infligido maus tratos físicos e psicológicos à sua companheira e provocado danos no veículo do particular que denunciou a situação aos agentes da autoridade.

O primeiro interrogatório judicial de arguido decorreu na tarde do dia 25 de junho no Tribunal de Santarém.

No decurso do interrogatório o Ministério Público deu nota da verificação do perigo de continuação da atividade criminosa e da necessidade de proteção da vítima, circunstâncias que levaram o magistrado a decretar a prisão preventiva.

Refere o comunicado do Ministério Público que a investigação vai prosseguir a cargo da Polícia de Segurança Pública, na dependência da 1.ª secção do DIAP de Santarém, que tem por objeto a investigação de crimes de violência doméstica e similares.

 

Comunicado do Ministério Público

 

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Propostas de trabalho

Ninguém interessado em comprar o Convento de Santa Iria