in ,

Centro de Assistência Social encerra instalações no largo do Pelourinho para vender*

Os serviços administrativos do Centro de Assistência Social de Tomar, que funcionam no largo do Pelourinho, vão fechar no dia 10 de fevereiro.

O objetivo da atual direção, presidida por Pedro Marques, é vender todas aquelas instalações onde também funcionou o lar de S. José durante muitos anos. Chegou a haver um projeto para o CAST investir ali num equipamento de apoio a idosos mas a obra não chegou a concretizar-se.

A partir de 10 de fevereiro a área administrativa e financeira do CAST vai ser distribuída pelo lar de S. José no Carrascal e pelo jardim de infância da rua Conde Ferreira (com entrada pelo Largo da Saboaria).

Com a venda das antigas instalações do lar de S. José, perde-se aquilo que foi a origem de uma instituição de caridade criada no príncípio do séc. XX, que depois deu origem à chamada “Sopa dos Pobres”, depois à “Casa dos Pobres” e, a partir de 1950, ao CAST.

 

Um pouco de história

O registo oficial mais antigo existente nos arquivos desta Instituição reporta-se aos Estatutos da Associação Creche-Asilo de Nossa Senhora da Piedade, criada em 26 de Outubro de 1906 que tinha como objetivo alimentar e guardar, durante o dia, as crianças com idades entre um a seis anos cujas as mães por necessidade justificada trabalhassem fora de suas casas. Outro objetivo da Instituição era também proteger as crianças que vagueavam, com fome, pelas ruas da cidade de Tomar.

Desconhecendo-se o ano da fundação da Sopa dos Pobres bem como do Asilo dos Inválidos do Trabalho, em 1933 nas instalações do Largo do Pelourinho dá-se a fusão entre estas duas Instituições, da qual viria a resultar a Casa dos Pobres, cuja primeira Direção seria constituída em 1934. O objetivo continuava a ser o mesmo, “proteger os mais desfavorecidos”.

Em 1938 foi inaugurado o Albergue Noturno, uma modesta casa que servia para abrigar da chuva e do frio muitos “desgraçados e infelizes” que passavam por Tomar. Nesse ano o Albergue foi entregue à Casa dos Pobres.

Em 1948 foi reconstruído o edifício D. Júlia Ferreira na Rua Conde Ferreira, onde atualmente funciona a Área Infantil. Nesse mesmo ano a Associação Creche-Asilo de Nossa Senhora da Piedade passou a denominar-se Centro de Assistência Social Infantil de Tomar.

Em 1950 dá-se a fusão das duas Instituições, a Casa do Pobres e o Centro de Assistência Social Infantil de Tomar, dando origem ao atual CAST – Centro de Assistência Social de Tomar.

Em 1979 nos terrenos anexos ao edifício D. Júlia Ferreira foi construído o atual Jardim de Infância, dotado de boas condições para o ensino pré-escolar cuja entrada principal é feita pelo Largo da Saboaria.

Em 2004 foi inaugurado no Carrascal o novo Lar de S. José, onde funcionam as quatro respostas sociais da Área de Idosos. No Largo do Pelourinho, nas antigas instalações do Lar, encontram-se atualmente a Sede Social e Área Administrativa e Financeira.

Em 2009 foi criada a resposta social Creche, instalada no primeiro andar do edifício D. Júlia Ferreira, cujo rés-do-chão funciona o refeitório paras as 3 respostas sociais da Área Infantil.

A Instituição ao longo da sua história sempre contou com a preciosa ajuda de bons Tomarenses. Atualmente, prossegue os ideais dos seus fundadores, tendo como missão prestar serviços de excelência e de forma personalizada, que promovam ativamente o bem-estar físico, mental e social dos seus cerca de 300 utentes/clientes.

                    In http://castomar.weebly.com/histoacuteria.html

* Tendo em conta que houve interpretações erradas do título inicial, alterámos o mesmo. O CAST não vai acabar, o que encerra são apenas as instalações do largo do Pelourinho. Fica o esclarecimento.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Estranho. O que se nota que mais falta faz na cidade são lares para carenciados. Os de agora e os que vão aparecer nos próximos tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Insólito: um saco do lixo no telhado

Congresso de Neurologia e UroGinecologia está a decorrer em Tomar