SociedadeDestaque

Câmara critica “utilização de crianças” nos protestos contra centro de vacinação na escola Santa Iria

Depois de uma desastrosa gestão acerca do processo de escolha do novo centro de vacinação, a câmara de Tomar finalmente emitiu um comunicado e realizou uma conferência de imprensa.

Acerca da escolha do pavilhão na escola Santa Iria, que motivou fortes protestos por parte de alunos, pais e professores, a autarquia, no comunicado, critica a “utilização de crianças para essas manifestações”.

Além disso, “o município não deixa de lamentar, sem colocar em causa a liberdade de expressão e manifestação, alguma dramatização excessiva da situação”.

“Educar compete a todos numa comunidade, a começar pelos diretamente responsáveis”, conclui o comunicado da câmara, em jeito de recado aos pais e professores.

As declarações foram proferidas pela presidente da câmara, Anabela Freitas, numa conferência de imprensa realizada no dia 6, na qual não participou o vereador responsável pelo pelouro da educação, Hugo Cristóvão.

É notório o amadorismo, quase infantilidade e pouca sensibilidade com que a câmara tem gerido este processo.

Num comentário ao comunicado da câmara, o cidadão Sérgio Marques põe o dedo na ferida e questiona as razões que estiveram por trás do desmantelamento do centro de vacinação no pavilhão Jácome Ratton, utilizado normalmente pelo Sp. Tomar.

 

“O que o município devia lamentar era o facto de, à revelia dos demais interessados, decidir desmantelar o que até aqui tem sido o centro de vacinação (pavilhão Jácome Ratton), que serviu para vacinar com 2 doses toda a população, sem problemas de maior e com uma logística funcional (nem parecia que estava em Tomar), para optar por provar alunos duma escola do seu pavilhão, das suas aulas de desporto precisamente quando entramos numa época de chuva e frio, chegando a equacionar montar contentores e tendas provisórias para as aulas… É assim tão urgente libertar o pavilhão Jácome Ratton?? Quem é que está assim tão aflito por não poder utilizar o espaço? É de lamentar publicações brejeiras com boquinhas por terem “perdido a guerra” contra uns pais que não estão mais que a zelar pelo bem estar dos seus educandos (a autarquia podia aprender alguma coisa com estes pais no que toca a zelar pelos seus).”

Sérgio Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo