in

Alpendre da capela de S. Gregório restaurado

Capela de S. Gregório (julho 2020)

Mais de dois anos depois de se verificar risco de queda de um lintel em pedra no alpendre da capela de S. Gregório, a câmara de Tomar decidiu avançar para a solução do problema, apesar de não ser da sua responsabilidade. Até agora aquela parte do alpendre estava escorada com dois paus de eucalipto.

Esta semana terminaram os trabalhos de recuperação do lintel e a sua recolocação no local.

A capela está classificada como “Imóvel de Interesse Público”.

O que dizem os roteiros turísticos sobre a capela de S. Gregório:
“Capela octogonal do século XVI, parcialmente envolvida por uma galilé assente em oito colunas da ordem toscana, foi construída à custa do povo de Tomar. Salienta-se o seu portal manuelino. A nave está revestida, de um lado e do outro, por dois grandes painéis narrativos de azulejo do século XVIII, trazidos do extinto Convento das Trinas, de Lisboa, descrevendo passos da vida de S. Gregório.”

Afinal o desleixo da Capela de S. Gregório é da responsabilidade da câmara de Tomar!

Escrita por Redação

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Clientes da Affidea têm de esperar na rua e ao sol

Trovoada provoca incêndio em Ferreira do Zêzere