in ,

Afinal foi a câmara que retirou a esfera do Pelourinho de Tomar

Pelourinho de Tomar (22-04-2020)

Sem qualquer informação pública prévia e sem qualquer aviso no local, a câmara de Tomar retirou a esfera armilar do pelourinho localizado no largo com o mesmo nome, junto ao jardim da Várzea Pequena.

Foi preciso um cidadão nas redes sociais e o nosso blogue abordarem o misterioso desaparecimento da peça, para a câmara, mais de 24 horas depois, emitir um comunicado a esclarecer que “a retirada e tratamento da esfera, resulta da recomendação técnica e na sequências do trabalho de limpeza e restauro dos elementos pétreos do Pelourinho, levados a efeito em 2016/2017, e na estratégia de valorização não só do monumento mas também da praça em que se insere, que ficou livre de carros e requalificada”.

Os próprios moradores do largo e da rua Dr. Sousa ficaram surpreendidos e intrigados quando deram pela falta da esfera.

Segundo a câmara, “a esfera apresentava vestígios de corrosão, cujas escorrências do óxido de ferro começavam a manchar a pedra do monumento”. Trata-se de “um elemento em ferro, relativamente recente (menos de 100 anos), cuja aplicação no Pelourinho, efetuada sem quaisquer cuidados de proteção da pedra, levaram à fissuração da parte superior da pedra. Durante a intervenção foi retirado o espigão de ferro que se encontrava corroído, e substituído o sistema de fixação da esfera por um veio em aço inox, a fim de evitar a continuação do fenómeno de corrosão”.
Fernando Costa, professor da área de restauro no Instituto Politécnico de Tomar, foi o coordenador do restauro do pelourinho em 2017 e é agora o responsável técnico pela futura selagem das fissuras da pedra após a reposição da esfera.

Uma explicação útil por parte da câmara, mas que deveria ser dada antes da intervenção, tanto por parte da autarquia como do IPT.

Esfera armilar do pelourinho desapareceu

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Realmente talvez a noticia original tivesse alguma verdade, que a espera estava na posse de ladrões…
    E a quarentena da PSP, continua?
    Já receberam as botas para poderem andar a pé pela cidade?
    É que agora nem ha futebol para ouvirem escondidos pelos cantos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Capas dos jornais locais e regionais

Duas listas disputam eleições no PSD Tomar