in ,

Tomarense é vice-presidente de câmara na Noruega

Nuno Marques tem 38 anos

O tomarense Nuno Marques foi escolhido para vice-presidente da câmara no município de Nottoden, na Noruega.

Encabeçava a lista do terceiro partido mais votado nas eleições municipais de 9 de setembro e, através das negociações entre os vários partidos, alcançou a vice-presidência da câmara.

Nuno Marques, 38 anos, é filho do ex-presidente da câmara de Tomar, Pedro Marques e está emigrado na Noruega há 15 anos. É treinador de guarda-redes, consultor e professor no Hogskolen i Sorost-Norge (Instituto Superior do Sudoeste Norueguês).

Foi desafiado a encabeçar a lista do Partido do Centro, que foi o terceiro mais votado entre os 10 a sufrágio. Os quatro partidos mais votados, depois de conversações, fizeram uma coligação e Nuno Marques assume a vice-presidência da câmara.

Ao tomarense colocámos algumas perguntas:

Como ficaram as negociações dos partidos?

Este ano participaram 10 partidos nas eleicões locais em Notodden. O partido mais votado, Arbeiderpartiet (Partidos dos Trabalhadores), o meu partido, Senterpartiet (Partido do Centro), o Rødt (Partido Comunista) e o Miljøpartiet de Grønne (Partido os Verdes) vão formar coligação para o próximo mandato de quatro anos. O Arbeiderpartiet sendo o partido mais votado (tal como nas eleições anteriores de 2015) continua com a Presidência e eu serei o Vice-Presidente. Em relacão aos pelouros (técnico, serviços e desenvolvimento empresarial), irão começar a ser distribuidos a partir da próxima terça-feira.

 

Como funciona a Câmara?

De uma forma bem curta e simples, a kommune (Câmara) funciona da seguinte forma: de acordo com a kommuneloven (lei dos munícipios), os orgãos mais importantes são kommunestyret (Assembleia/Conselho municipal composto por 41 deputados), formannskapet (Conselho Executivo composto por 11 dos 41 deputados da kommunestyret), ordfører e vara-ordfører (Presidente e Vice-Presidente respectivamente), utvalg (Pelouros) e Rådmannen (Chefe do Executivo Municipal, que é o líder administrativo da kommune).

Como o munícipio de Notodden tem 12 mil habitantes, de acordo com a lei, a kommunestyret (Assembleia/Conselho municipal) tem que ter no minímos 27 deputados. Notodden tem 41, e para se ter maioria no Conselhor municipal têm que se ter no minímo 21 deputados.

 

Qual a representatividade dos partidos?

Após estas eleições, ficou assim distribuída a representatividade dos partidos:

  • Arbeiderpartiet (Partidos dos Trabalhadores) 33,3% = 14 deputados
  • Høyre (Direita) 16,8% = 7 deputados
  • Senterpartiet (Partido do Centro) 15,8% = 6 deputados
  • Rødt (Partido Comunista) 8,5% = 3 deputados
  • Sosialistisk Venstreparti (Partido Socialista de Esquerda) 7,3% = 3 deputados
  • Kristelig Folkeparti (Os Democratas Cristãos) 6,3% = 3 deputados
  • Fremskrittspartiet (Partido Progressista) 4,7% = 2 deputados
  • Venstre (Partido Liberal/Esquerda) 2,9% = 1 deputado
  • Partiet De Kristne (Partido os Cristãos) 2,4% = 1 deputado
  • Miljøpartiet de Grønne (Partido os Verdes) 2% = 1 deputado

A coligação composta pelo Arbeiderpartiet (Partidos dos Trabalhadores), Senterpartiet (Partido do Centro), Rødt (Partido Comunista) e Miljøpartiet de Grønne (Partido os Verdes) tem no total 24 deputados, contra 17 deputados da oposição.

 

Que funções vai desempenhar na Câmara?

Como referido em cima, irei ocupar a posição de Vice-Presidente, que de momento corresponde a 40% (entre 2-3 dias por semana). Se entretanto ficar com um pelouro, mais lider da posicão, a minha posicão será de 50-60%, ou seja, no mínimo 3 dias por semana como político.

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. Sem que esteja de algum modo em causa a simpatia, a competência e/ou a honestidade do eleito Nuno Marques, cumpre assinalar o que as reações a esta notícia revelam. Que os tomarenses são uns cabotinos cagõezitos.
    77 partilhas para esta notícia, quando no fim de contas se trata apenas de um cargo a tempo parcial, numa pequena localidade de 12 mil habitantes, a milhares de milhas daqui, que muitos leitores nem sabem sequer para que lado fica. Apenas 20 partilhas sobre as despesas camarárias com a festa dos tabuleiros, que a todos afectam. Só 9 partilhas daquela corajosa carta do presidente de junta dos Casais/Alviobeira, a revelar que afinal nem tudo vai pelo melhor, como nos querem fazer crer
    Se os nabantinos não são mesmo um povo de papalvos, sedentos de socialite, de penacho e de protagonismo, mas com evidente défice de massa cinzenta, então são o quê? Náufragos do passado, perdidos no mundo moderno?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Escola de Futebol de Tomar comemora 20 anos

Antigo aluno do IPT morre aos 52 anos