in ,

PSD critica ausência de Tomar na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento

“Tomar não existe para o governo” é o título de um comunicado emitido pela Comissão Política do PSD de Tomar, no qual se critica o facto de o concelho de Tomar ficar de fora da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento para veículos prioritários.

“Agora que se aproxima a greve dos motoristas de matérias perigosas, com repercussões negativas para a vida e todos nós (…) significa que serviços essenciais como a circulação de ambulâncias de e para o Hospital, a circulação das viaturas de bombeiros em época de incêndios, as deslocações das forças de segurança, entidades da economia social, entre outros, poderão ser seriamente afetadas”, denunciam os social-democratas.

Para o PSD de Tomar é “ainda mais incompreensível” esta distribuição da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento para veículos prioritários “quando concelhos vizinhos possuem dois postos nesta rede e Tomar, capital do Médio Tejo, com Hospital, Instituto Politécnico e outras instituições relevantes para a região, fica de fora”.

Perto de Tomar existem dois postos desta rede em Ourém (Av. D. Nuno Álvares Pereira e Cova da Iria – Avenida dos Pastorinhos) e um em Abrantes (EN 244-3 – Av. António Farinha Pereira).

Salientando “a afinidade socialista que existe entre Governo central e Governo local”, o PSD desafia a Câmara “a ser firme e exigente na defesa intransigente de Tomar e dos tomarenses”.

Entretanto, a comissão política do PSD convocou uma conferência de imprensa para dia 13 de agosto, terça feira, pelas 19 horas, na sede do partido.

 

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Tem um posto previsto mas por exemplo Torres Novas e Ourém têm 2. Leiria tem 5. Isto acontece porque Tomar deixou de ter atividade económica com importância. Por isso devia o PSD pedir desculpa em vez de fazer de conta que não tem nada a ver com o assunto. Não foi com as suas maiorias autárquicas que se acreditou que o turismo era o futuro de Tomar ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Grupo de Forcados de Tomar responde a críticas com comunicado

Um anúncio publicado há 85 anos