in ,

PSD critica ausência de Tomar na Rede de Emergência de Postos de Abastecimento

“Tomar não existe para o governo” é o título de um comunicado emitido pela Comissão Política do PSD de Tomar, no qual se critica o facto de o concelho de Tomar ficar de fora da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento para veículos prioritários.

“Agora que se aproxima a greve dos motoristas de matérias perigosas, com repercussões negativas para a vida e todos nós (…) significa que serviços essenciais como a circulação de ambulâncias de e para o Hospital, a circulação das viaturas de bombeiros em época de incêndios, as deslocações das forças de segurança, entidades da economia social, entre outros, poderão ser seriamente afetadas”, denunciam os social-democratas.

Para o PSD de Tomar é “ainda mais incompreensível” esta distribuição da Rede de Emergência de Postos de Abastecimento para veículos prioritários “quando concelhos vizinhos possuem dois postos nesta rede e Tomar, capital do Médio Tejo, com Hospital, Instituto Politécnico e outras instituições relevantes para a região, fica de fora”.

Perto de Tomar existem dois postos desta rede em Ourém (Av. D. Nuno Álvares Pereira e Cova da Iria – Avenida dos Pastorinhos) e um em Abrantes (EN 244-3 – Av. António Farinha Pereira).

Salientando “a afinidade socialista que existe entre Governo central e Governo local”, o PSD desafia a Câmara “a ser firme e exigente na defesa intransigente de Tomar e dos tomarenses”.

Entretanto, a comissão política do PSD convocou uma conferência de imprensa para dia 13 de agosto, terça feira, pelas 19 horas, na sede do partido.

 

Escrita por Redação

Comentários

Leave a Reply
  1. Tem um posto previsto mas por exemplo Torres Novas e Ourém têm 2. Leiria tem 5. Isto acontece porque Tomar deixou de ter atividade económica com importância. Por isso devia o PSD pedir desculpa em vez de fazer de conta que não tem nada a ver com o assunto. Não foi com as suas maiorias autárquicas que se acreditou que o turismo era o futuro de Tomar ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Grupo de Forcados de Tomar responde a críticas com comunicado

Um anúncio publicado há 85 anos