in ,

Anabela Freitas classifica parte da oposição como “má”

Numa referência à vereadora Célia Bonet

É cada vez maior a crispação entre a maioria PS na Câmara e o PSD, sobretudo com a vereadora Célia Bonet. Mas se na bancada do PSD, os vereadores José Delgado e Luís Ramos adotam uma atitude mais moderada e conciliadora, evitando o confronto com a maioria PS, Célia Bonet apresenta uma postura mais assertiva e questionadora.

São notórias as divergências de opinião entre esta eleita e os restantes dois eleitos do PSD, José Delgado e Luís Ramos, como se constata em várias votações nas últimas reuniões em que a vereadora votou isolada, em dissonância com os restantes eleitos do seu partido.

Ainda na última reunião, José Delgado (PSD) apelou: “vamos tratar dos assuntos do concelho que merecem ser tratados”, dando a entender que algumas objeções de Célia Bonet não tinham importância.

Na sequência de uma acesa discussão entre Célia Bonet e Hugo Cristóvão, a presidente da câmara, Anabela Freitas (PS) disse que “isto aqui às vezes parece uma conversa de café” e encerrou a discussão com uma frase lapidar: “nós só podemos exercer um bom mandato se tivermos uma boa oposição. Efetivamente temos uma parte de uma má oposição”.

Célia Bonet tem criticado a atitude arrogante e intimidatória do vice-presidente Hugo Cristóvão na discussão dos assuntos mais polémicos, ao ponto de sugerir que o PS gostaria de ter um executivo com sete vereadores todos do mesmo partido.

Escrita por Redação

Comentários

Responder
  1. Pois, uma oposição colaborante, que dá a sua aprovação às excelentes medidas estruturantes do executivo, é o que se quer….Agora aquela vereadora que só faz perguntas! Que mau feitio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Mercado Tomar Alternativo regressa ao Mouchão (c/ vídeo)

Adolescente sofre queimaduras graves em brincadeira com gasolina