OpiniãoDestaque

Passadeiras ou trapaceiras…

Opinião de Carlos Oliveira

- Publicidade -

O que será que estará a faltar, pedras de calçada, calceteiros, ou alguém decidiu desleixar-se, por que foram feitas pelo anterior executivo?

São conhecidas por passadeiras, estão espalhadas por toda a cidade, são uma mais-valia para os peões e, algumas, pelo seu formato, são um travão para os excessos de velocidade.

Quer se passe a pé ou de carro, nem todos ligam ao pormenor de que são feitas, mas, a falta de criatividade de quem tem responsabilidades, nomeadamente o responsável pelo pelouro em causa, e consequentemente a presidente da camara, que terá com toda a certeza conhecimento do seu estado atual.

Remendos, nunca foram nem nunca serão uma solução, e neste caso em particular, muito menos.

Remendos praticamente em todas as passadeiras, onde subsituem as pedras da calçada por pedaços de alcatrão, é no mínimo, falta de profissionalismo, quando se gastam milhares e milhares de euros, a arranjar de novo ou a recuperar, avenidas, estradas e praças.

- Publicidade -

As imagens falam por si, e provavelmente também falam aos olhares de quem nos visita.

                                                          Carlos Oliveira 

- Publicidade -

10 comentários

  1. Já foi muita vez explicado, que as passadeiras, gradualmente, vão ser substituidas por alcatrão, deixando de ser em calçada, por razões de segurança, e sendo em alcatrão o custo é menor.

    1. O que entende por gradual? questiono por que até agora nada se viu de concreto relativamente a pôr em prática o que afirma, ou o gradual poderá indiciar ser daqui a anos, mais propriamente até as novas eleições?

  2. Claro em frente à casa da Anabela a presidente que coitada só tem o cargo porque de competente não tem nada. Já não existe essas trapaceiras. Podiam ter começado pela outra ponta da cidade, mas não.
    Faz me lembrar o Hugo Cristóvão outro que coitado podia tentar ser mais competente, mas pronto existem sempre limitações excepto no carro e no ordenado. Ainda está semana andava a ver as casas de banho públicas na Fábrica da Fiação. Agora que é ano de festa é que arranjam coisas que há anos não têm reparação. Os autarcas de Tomar é que deviam ser reparados, quanto à incompetência e transparência.

    1. Se fossem só essas? as novas que foram restauradas junto à estação estão lá por estar abrindo nos dias de festa, já quem precisa, terá de se socorrer de um café ou das casas de banho da própria estação.

  3. As passadeiras e os seus remendos são apenas a imagem da Cidade, e da forma leviana como é conduzida: remendo aqui, remendo ali, subsidio aqui, subsidio ali, ….

  4. Realmente as passadeiras são o problema. Sim, talvez aquelas que pela sua altura partem ou danificam as suspensões dos veículos. Há também o problema de quem nos visita e a quem temos que mostrar ser esmerados no arranjo do lugar. Pobre cidade.

    1. Tadinho! O pequerrucho está zangadinho! Tem cuidado com os nervos, não te dê um tranguelhamangue que o pessoal fica triste.
      Aproveito para te informar que a “antipática” como tu a catalogaste acabou de ganhar mais uma medalha num torneio internacional, neste caso uma medalha de bronze. A rapariga está completamente comprometida com a sua carreira desportiva que está a ser brilhante. Vai tirando o cavalinho da chuva!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo