in

E é isto que temos à entrada de Tomar

Quem entre em Tomar pela estrada de Ourém / Fátima, logo à entrada da cidade depara-se com o abrigo de passageiros que mostramos na imagem (ao fundo). Se levarmos à letra aquele aforismo segundo o qual “Não há segundas oportunidades, para causar uma boa primeira impressão”, Tomar fica mal na fotografia.

Temos aqui uma paragem de autocarros digna do terceiro mundo, feita de forma tosca e improvisada, coberta com placas de fibrocimento e com dezenas de cartazes colados.

O espaço, à entrada de Tomar, exige uma intervenção que passa pela substituição do abrigo do passageiros e a pintura do muro em cimento, eventualmente com desenhos alusivos à história de Tomar.

No entanto e infelizmente este não é caso único. Na estrada das Algarvias ou de Paialvo, em frente ao bairro de Nª Srª dos Anjos, o abrigo de passageiros é uma estrutura enferrujada, suja e degradada. E estamos a falar de outra entrada da cidade. Não vale a pena falar da ausência de passeios, de passadeiras ou de acessos para os peões porque, como habitualmente, a câmara escuda-se na Infraestruturas de Portugal para lavar as mãos em relação a este problema que se arrasta há anos.

Entrada pela estrada das Algarvias

Entrada pela estrada de Leiria, na Venda da Gaita

Escrita por José Gaio

Comentários

Leave a Reply
  1. As “paragens” de autocarro só refletem a realidade. Tomar deixou de ser uma cidade de referência como foi continuadamente durante séculos para nos últimos 40 anos passar a ser um aglomerado populacional (que ainda se designa por cidade) “tosco” onde a regra é o improviso. A admiração acontece porque parece que ainda há quem não se tenha consciencializado disso.

  2. Em sentido oposto da cidade, na zona do Politécnico estão lá paragens boas!
    Mas alguns acham que servem para publicação de publicidade!
    E ainda que depois viessem limpar.
    Como agora o PCP colocou tantos cartazes do comboio para a festa deles.
    Pelo menos é duas paragens eu vi.
    Mas enfim já é custo-me, ser colocada os placas de plástico ou papel e ficar até um dia.

  3. caro Rafael, fiz um comentário na minha página, sobre essa entrada que é um a vergonha. A comunidade cigana tem avançado impunemente, pela incompetência de que governa a Cidade. Com um rio que banha o centro da Cidade e que se prestava, que toda aquela margem fosse um lugar aprazível de passeio, e que a entrada em Tomar beleza, mas não. Dão-se como satisfeitos, com convento de Cristo, a Mata dos 7 Montes (esta) completamente desleixada. *Tomar a Cidade Jardim* há muito que o deixou de ser. Os jardins estão uma vergonha.Vivem-se tempos, em que o importante é encher o olho turista, apenas isso. Lamentável! Quem governa não está preocupado para o que foi eleito! Apenas na sua vaidade, o seu EU!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 comentários

Cerca de duas mil pessoas na Gala Equestre Solidária (c/ fotos e vídeos)

Gala das 7 Maravilhas Doces em Ferreira do Zêzere