OpiniãoDestaque

Armadilhas sem sinalização

Opinião de Carlos Oliveira

- Publicidade -

Dirijo estas palavras, como alerta a todos os condutores que utilizem a Rua Central do Alto do Piolhinho, e principalmente, a quem tem a responsabilidades na colocação de sinalização na cidade e zonas limítrofes.

Quem quer que seja, não devia deixar a sua responsabilidade em mãos alheias, mas sim, dirigir-se pessoalmente aos locais e verificar com os seus próprios olhos, o que está bem ou mal, e corrigir ou alterar o que tiver de ser corrigido ou alterado, e antes que alguém seja apanhado numa autêntica ratoeira, que em caso de acidente, a vítima passa a ser o responsável.

Como simples alerta, fica aqui o aviso, para todos quantos circulem na Rua Central do Alto do Piolhinho, que vai, da rotunda junto à GNR em direção ao Alto do Piolhinho. À primeira vista, parece uma rua normalíssima, sem qualquer espécie de perigo, mas ele existe, e está precisamente onde menos se espera.

Como todos poderão constatar, quem sobe essa rua na direção Tomar/Cabeças, antes de chegar à primeira curva, existe uma rua pública, denominada Rua Antiga, conforme consta da placa que ali se encontra.

Se verificarem, essa rua, encontra-se à direita relativamente a quem sobe, o que, pela inexistência de um sinal de Stop ou de estrada com prioridade, os automobilistas que nela circulem, têm prioridade, segundo as regras do Código da Estrada.

- Publicidade -

Há que ter em consideração também que, mais à frente, e do mesmo lado da via, existe uma outra saída/entrada, igualmente com prioridade, para quem circula na mesma direção.

Convém cada vez mais, começarmos a pensar em andar minimamente familiarizados com os sinais ou a falta, porque este, é apenas um exemplo dos muitos que podemos encontrar um pouco por toda a cidade, e zonas limítrofes, a que eu chamo, ARMADILHAS sem aviso prévio, mas que podem custar muito dinheiro a quem ali circula.

                           Carlos Oliveira

transito cmt

- Publicidade -

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo